Comportamento digital: o que se deve ou não fazer na rede? - Consumidor Moderno

Comportamento digital: o que se deve ou não fazer na rede?

Por: Editor CM 3.403 views

Virtual e real atualmente se fundem. Digital, casa e trabalho são o mesmo ambiente. Veja algumas dicas para manter a educação na internet e não perder amigos na vida.

Segurança, postura profissional e até mesmo educação são temas que devem ser levados para a vida digital ? que hoje está cada vez menos apartada do ambiente físico e se funde com qualquer outra interação física da ?vida real?.

Veja algumas dicas para não deixar a falta de educação virtual – nem sempre proposital – afetar todas as esferas da sua vida.

 

Trabalho

Pesquisas sobre o uso da internet no trabalho mostram que o mau uso da rede pode diminuir a produtividade dos colaboradores. De acordo com o último estudo divulgado pela Triad Consulting, os profissionais brasileiros gastavam até três horas da jornada do expediente na web.

De acordo com o advogado trabalhista Bruno Gallucci, do escritório Guimarães & Gallucci, visitar as redes sociais pessoais e usar apps e smartphone no trabalho pode implicar em falta grave e até demissão por justa causa do colaborador.

?Caso a empresa entenda que o funcionário está fazendo mau uso dessas ferramentas  durante o horário de trabalho, ocorrendo o fato reiteradas vezes,  pode realizar a dispensa do colaborador baseado no Artigo 482 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho?, explica o advogado. De acordo com Gallucci, a regra pode valar também para colaboradores que enviam e-mails sem ligação direta com o trabalho.

 

Vida pessoal

Um comportamento comum nas redes sociais é a publicação de fotos e marcação das pessoas nas imagens e posts. Cuidado ao marcar pessoas em situações constrangedoras, como naquele dia de bebedeira, afinal, a rede social não é mais algo apenas pessoal, recrutadores, parceiros de negócios, funcionários e gestores também têm acesso ao que você faz e isso pode ser prejudicial.

Enviar convites de jogos para toda a sua lista também pode criar um mal estar virtual. Certifique-se de que aquela pessoa também joga antes de pedir mais vidas ou convidar a experimentar uma fase diferente.

Recados, cobranças e mensagens pessoais nunca devem ser postadas na timeline do outro, Use as mensagens privadas como o inbox do Facebook ou a mensagem do Twitter para dar o seu recado.

 

LEIA MAIS:

7 fatos que provam como a tecnologia dificulta a vida dos pais

18 sinais de que você pode ser viciado no WhatsApp

A geração Z e o desafio do consumo e do relacionamento

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.