O clássico é moderno no Consumer Eletronic Show

O clássico é moderno no Consumer Eletronic Show

Por: Ivan Ventura 901 views

Uma onda de produtos com cores e formatos clássicos invadiu o CES 2017. Na vanguarda dos objetos vintage está a indústria da música

Ivan Ventura

Pense por alguns segundos sobre a forma e cores de alguns dispositivos eletrônicos disponíveis no mercado. Com exceção de alguns produtos top de linha, basicamente estamos falando de produtos brancos, prateados ou pretos, que possuem leves curvaturas e muita tecnologia no interior. É claro que tudo isso é encantador, mas… falta algum charme, talvez elegância. Os mais velhos dirão que os clássicos tinham personalidade – e talvez eles tenham razão.
No Consumer Eletronic Show (CES) deste ano, muitas empresas apostaram em formas clássicas para entregar um produto de altíssima tecnologia para os seus consumidores. E a música está na vanguarda dessa “inovação”.
A Crosley é um exemplo. Trata-se de uma empresa especializada na produção de vitrolas, jukebox e tudo aquilo que se refere ao clássico hábito de rodar umas “bolachas”. O estande montado pela empresa é um convite aos tempos do rockabilly, Elvis e toda aquela brilhantina. Ocorre que nem tudo é clássico. Por dentro, há tecnologia de ponta e alguns até possuem conexão via bluetooth para o seu smartphone.

Fotos de Ivan Ventura
Fotos de Ivan Ventura

É claro que não parou por aí. Outros estandes também apostaram em vitrolas e nas clássicas formas vintages. Aliás, um dos vencedores do prêmio de inovação do CES foi justamente uma empresa chinesa que criou uma caixa de som portátil feito em madeira e com ares vintages.

som classico_2

Outra empresa que alia tecnologia e a preocupação com a boa música é a Astell&Kern. A companhia é famosa por produzir aparelhos que reproduzem música em altíssimo nível. Coisa de profissional mesmo, inclusive no preço (alto…). Os valores começam em US$ 600 (e isso não é pouco quando o assunto é tecnologia nos EUA) e podem chegar a US$ 4 mil.

som classico_5
O “iPod” da Astell&Kern atrai especialmente os amantes da boa música, ou seja, o velho hábito de se sentar no sofá sozinho, no escuro e ouvir uma boa música.

É claro que outros estandes apostaram em velhos formatos. A indústria periférica dos smartphones é uma delas. Será que não estamos cansados das velhas formas dos produtos eletrônicos?

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.