Quem é a consumidora moderna? - Consumidor Moderno

Quem é a consumidora moderna?

Por: Editor CM 784 views

Todos sabemos (ou deveríamos saber) sobre as diferenças de oportunidades que separam homens e mulheres no mundo de hoje. Mas a proposta dessa noticia é outra: afinal, quem é a consumidora moderna?

É possível que você e outras pessoas já tenham lido notícias sobre as conquistas, barreiras e diferenças entre homens e mulheres. De fato, é sempre bom reforçar e lutar contra essa desigualdade enfrentada diariamente pela consumidora moderna no Brasil e no mundo.

Mas o foco desta matéria não é destacar as diferenças de condições no trabalho, na rua ou em qualquer outro lugar de convívio de homens e mulheres. A ideia é entender como ambos destinam os seus ganhos, ou melhor, quem é a consumidora moderno brasileira?

Essa foi uma das perguntas feitas pela Nielsen às mulheres e homens em um recente estudo sobre tendência de consumo no universo feminino. Os dados foram apresentados no ano passado.

O estudo apresenta uma série de insights, mas o que nos interessa neste momento é apenas os dados relacionados ao consumo. O primeiro dado é sobre a confiança da mulher brasileira sobre o momento econômico, as perspectivas de emprego e se o momento é favorável para ir às compras. Além disso, o estudo considerou a pergunta: depois de cobrir os gastos essenciais, o que faz com o dinheiro excedente?

Nielsen/ infográfico
Nielsen/ infográfico

Quando o assunto é economizar, as mulheres poupam mais que os homens em atividades como gastos com gás e eletricidade (70% vs. 57%), compras de roupas novas (65% vs. 46%), entretenimento fora de casa (65% vs. 57%) e troca de marcas de produtos de mercearia com melhor custo benefício (53% vs.35%).

O estudo ainda traçou o perfil da mulher dentro do cenário de consumo. Eles foram agrupadas em três grupos, quais sejam: a despojada, a prática e a vaidosa. Veja:

Nielsen/ infográfico
Nielsen/ infográfico

A DESPOJADA – Representa 16,7% da população feminina e gasta  82% acima da média das mulheres com produtos de teor alcoólico e com uma frequência 60% maior. Ela tem de 36 a 55 anos e está localiza na Grande Rio de Janeiro e no Centro-Oeste. Prefere ir às compras no final de semana e, de preferência, em supermercados ou no atacado. O que será que elas mais consomem no grupo de Bebidas Alcoólicas? A cerveja é o produto de maior penetração, seguida do vinho. As mulheres despojadas aumentaram o preço unitário do produto em 12%, enquanto os homens aumentaram em 9%. Uma grande oportunidade para esse público é a maior oferta de cervejas premium, uma vez que elas associam luxo, ocasião especial e modernidade a essa categoria.

A PRÁTICA – Representa 56,4% da população feminina e gasta 23% acima da média das mulheres com produtos de Mercearia de rápido consumo, como salgadinhos e refrigerantes de lata, e com uma frequência 21% maior. Ela tem de 13 a 18 anos e está localizada na Grande Rio de Janeiro, no Sul e no Interior de São Paulo. Costuma comprar mais no meio da semana e, de preferência, em supermercados. Como elas se caracterizam na compra no grupo de Mercearia? Em chocolates, elas se destacam acima dos homens na compra de embalagens maiores. Além disso, 16% delas consomem chocolate dentro do lar todos os dias, também sendo responsáveis pela compra para outros membros da família.

A VAIDOSA – Representa 36,4% da população feminina e gasta 48% acima da média das mulheres com produtos de Cuidado Pessoal,  com uma frequência 17% maior. Ela tem de 19 a 35 anos e está localizada principalmente no Nordeste, Leste e na Grande São Paulo. Costuma comprar mais no meio da semana e, de preferência, nos canais porta a porta, perfumaria e farmácia. Ela também pode ser engajada por promoções bem efetudas, levando, por exemplo, um shampoo maior com um condicionador menor. Neste caso, acredita que o shampoo acaba mais rápido, então, consegue perceber o custo benefício desse tipo de embalagem. Por questões de desembolso, esses kits são mais importantes para os níveis socioeconômico mais altos.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.