O Uber das mulheres

O Uber das mulheres

Por: Camila Mendonça 2.675 views

Conheça os aplicativos que criaram serviços de caronas no Brasil especializados em motoristas e passageiras do sexo feminino

Uma empresa brasileira funciona como se fosse um Uber exclusivo para mulheres: a Venuxx conecta motoristas apenas do sexo feminino com passageiras. A intenção é proporcionar conforto e segurança para as usuárias além de fomentar ações de empoderamento com as motoristas.

Em São Paulo, a operação foi iniciada com 50 motoristas cadastradas. Para utilizar, basta se cadastrar no app com CPF e cartão de crédito. Como medida de segurança, a plataforma não aceitará dinheiro em espécie, opção bastante utilizada para tentativas de assalto nesse tipo de ferramenta.

Veja a edição de março da CONSUMIDOR MODERNO, já disponível online

“Com o atual cenário econômico do país, muitas mulheres perderam seus empregos e acabaram se reinventando. Seremos exclusivos pelos benefícios e diferenciais oferecidos durante o uso do app, mas nossas motoristas poderão dirigir para outros aplicativos”, comenta Diogo Gomes, CEO da Venuxx.

Um diferencial interessante é a possibilidade de marcar as motoristas preferidas como uma opção de contato de emergência – um botão de SOS foi colocado na ferramenta.

Tendência
O modelo de app para conectar mulheres no transporte também foi pensado anteriormente pela FemiTaxi, só que conectando motoristas de táxi. A ideia também garantir a conexão do público feminino nesse sentido, com o diferencial da possibilidade de agendar corridas.

Fora isso, a empresa fornece uma funcionalidade que permite o acompanhamento ao vivo no transporte de crianças desacompanhadas (a partir de sete anos de idade).

Empoderamento
A preocupação com a segurança das mulheres no transporte privado está em pauta já há algum tempo. Aproveitando o Dia da Mulher, a 99 e o Movimento Vamos Juntas firmaram uma parceria para conscientizar os motoristas sobre a segurança das mulheres, visando principalmente o diálogo aberto contra assédios.

A iniciativa vai realizar Workshops (presenciais e online) para motoristas homens, onde além de recomendações e dicas sobre o tema, também distribuição uma cartilha que aborda como proceder em cada caso de assédio identificado, seja dentro ou fora do carro.

“A ideia é ajudar o motorista a lidar com situações críticas envolvendo mulheres. Um caso onde se perceba desconforto com um acompanhante embriagado e forçando uma situação, por exemplo, o recomendado é olhar diretamente nos olhos da mulher e perguntar se ela está bem, se prefere ir para outro destino que o anunciado. Um ato simples como este pode evitar uma situação delicada”, explica a jornalista e criadora do movimento Vamos Juntas, Babi Souza.

A equipe da 99 espera receber mais de 150 motoristas por dia. Todo o conteúdo também ficará disponível na versão online. Os motoristas que participarem do Workshop irão receber um adesivo mostrando que estão em treinamento. Ao longo do tempo, eles terão suas corridas avaliadas e o que tiverem as melhores notas receberam um selo definitivo.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.