5 Dicas práticas para aumentar a vida útil do seu smartphone

5 Dicas práticas para aumentar a vida útil do seu smartphone

Por: Raisa Covre 1.084 views

Especialista em manutenção de iPhones cita alguns cuidados para manusear os dispositivos no dia a dia baseado em hábitos comuns dos usuários. Confira

O smartphone tornou-se um dos melhores amigos dos indivíduos na era conectada. Com o hábito de carregar o dispositivo para todos os lugares, por vezes podemos causar alguns danos aos aparelhos. André Reis, especialista em iOS do Hospital do iPhone, aponta que o aparelho da Apple, por exemplo, tem uma estrutura delicada e todo cuidado é pouco na hora de manuseá-lo.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

O especialista destaca alguns cuidados baseado nos problemas que tem observado durante sua rotina – que valem tanto para o iPhone quanto para smartphones de outras marcas:

1 – Cuidado no banheiro

Segundo o especialista, 90% dos aparelhos que chegam para reparo “sofreram” nesse cômodo. O vapor do banho quente, com o tempo, pode oxidar os componentes internos dos aparelhos. No caso da Apple, vale lembrar que apenas o iPhone 7 é resistente à água. A pia e o vaso sanitário são os principais vilões.

2- De olho na bolsa

Quem nunca jogou o celular dentro da bolsa ou mochila em um momento de pressa? Nesse ato, ele fica em contato com muitos objetos que podem causar arranhões na sua estrutura externa. Há inclusive o risco de quebrar a tela com o espiral de uma agenda, por exemplo. É válido investir em um bom case para potencializar a proteção.

3 – Evite o bolso traseiro

O hábito de guardar o smartphone no bolso de trás da calça está na lista de muitos brasileiros. O especialista alerta que é melhor evitar. A estrutura é frágil e o tecido pode causar arranhões. Ainda há o risco de esquecer o dispositivo no bolso e sentar nele. Lembra do vaso sanitário? A maioria das vezes que o aparelho cai, é aí que ele estava guardado.

4 – Contato com a pele

Outro hábito bastante comum é guardam o aparelho na cintura ou, no caso das mulheres, no decote. O contato direto com a pele também pode trazer alguns danos. Além do risco de queda, a transpiração do corpo agride o aparelho pois produz umidade. O efeito é semelhante ao vapor do banheiro.
Fora isso, no caso da Apple, quando iPhone é guardado assim acaba recebendo uma pressão contínua para que a roupa o segure junto ao corpo, isto danifica o mecanismo de funcionamento do gabinete.

5 – Cuidado com os acessórios

Reis alerta que nem tudo que é bonito, é funcional ou benéfico ao aparelho. A capinha ideal é aquela que protege as laterais e parte traseira do dispositivo. Em sua opinião, a preferência deve ficar para os cases feitos de TPU (polímero termoplástico). Esse material é bastante firme e oferece resistência contra mudanças de temperatura.
Cabos e fones também devem ser escolhidos com cautela. Apesar de significarem um preço mais alto, os itens originais ou de marcas certificadas têm uma performance melhor. “Um cabo paralelo além de diminuir a vida útil da bateria, pode causar um dano irreversível na placa do seu iPhone e no conector de carga”, lembra.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.