Qual é a nacionalidade dos CEOs que mais usam o Twitter?

Qual é a nacionalidade dos CEOs que mais usam o Twitter?

Por: Melissa Lulio 1.203 views

Estudo revela onde vivem os CEOs que mais utilizam as redes sociais. Descubra a representatividade dos executivos brasileiros nessa pesquisa

O Twitter é uma boa ferramenta para quem quer se comunicar com “o poder” – pelo menos quando falamos da política. Existem muitos deputados, vereadores, etc que estão presentes nesta rede social. Contudo, quando olhamos para a iniciativa privada, é possível notar que a realidade é diferente. De acordo com um estudo realizado pela Rede de Relações Públicas ECCO International Communications, os CEOs das maiores corporações do mundo estão menos presentes nos canais de mídia social.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Para o estudo, a ECCO analisou dados da Austrália, Áustria, Brasil, República Checa, Egito, França, Alemanha, Hungria, Irlanda, Itália, Noruega, Polônia, Rússia, Suécia, Suíça, Reino Unido e EUA. Os pesquisadores também realizaram uma análise regional para a América Latina (incluindo Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru). Uma das conclusões obtidas foi que, entre os CEOs das 20 maiores empresas de capital aberto em 20 países, apenas um em cada sete, em média, está ativo no Twitter (14%).

Cenário brasileiro

Em vários casos, os CEOs registraram uma conta do Twitter anos atrás, mas não enviaram um único tweet (ou, se postaram alguma vez, não usam a página há mais de dois anos). Em uma avaliação individual, o Brasil não obteve um resultado expressivo. Entre os executivos avaliados, nenhum possui conta no Twitter, e apenas nove contam com um perfil no LinkedIn.

O CEO brasileiro que se destacou na análise possui mais de 500 seguidores em seu perfil na rede corporativa – o que pode ser considerado um valor irrelevante se comparado ao CEO da Microsoft, Satya Nadella, com mais de 1,5 milhão de seguidores, ou mesmo a Jean-Pascal Tricoirett, CEO da Schneider Electric, com cerca de 84 mil.

Países que se destacam

Foi feita uma análise individual dos países avaliados e, nesse caso, quem se destacou foi a França.

1º França

Entre os CEOs de empresas desse país a atividade online é bastante intensa. Ao todo, 7 dos 20 líderes avaliados (35%) possuem uma conta no Twitter e, destes, 14 figuram no LinkedIn (70%).

2º Noruega

No país escandinavo, 6 dos 20 CEOs estão ativos no Twitter e 13 têm um perfil do LinkedIn.

3º Austrália

Nesse país, há 5 CEOs no Twitter e 10 contas no LinkedIn.

 

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.