8 experiências de uma Millennial norte-americana no Brasil

8 experiências de uma Millennial norte-americana no Brasil

Por: Amelie Karam 2.772 views

Amelie Karam foi palestrante do Conarec 2017 e agora também é colunista da Consumidor Moderno. Em seu primeiro texto, ela fala sobre a viagem ao Brasil

Em setembro, tive o prazer de ser uma das keynotes internacionais do Conarec, no aniversário de 15 anos do evento, que acontece anualmente em São Paulo. Essa foi a minha primeira viagem internacional a trabalho, assim como minha primeira viagem à América do Sul. Além do meu compromisso como palestrante, quis aproveitar ao máximo meu tempo por aqui. Fiquei apenas 48 horas no Brasil, mas senti que foram 48 horas bem aproveitadas.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Por isso, elenquei algumas histórias sobre a minha experiência. Confira:

1. Aprendi sobre Millennials no Brasil

Como costumo palestrar sobre Millennials mindset, sei que eles não são todos iguais e precisava aprender sobre os Millennials brasileiros e descobri que muitas das tendências dos jovens daqui são semelhantes às dos americanos. Contudo, a cultura brasileira é diferente e isso se reflete nas diferenças entre os Millennials. Por exemplo, os brasileiros querem que o gestor da empresa em que trabalham seja um modelo a seguir. Nos EUA, os Millennials quererem que os gestores empoderem seus funcionários.

2. Tirar um visto

Eu me tornei amiga de muitas pessoas maravilhosas no Consulado Brasileiro em Chicago – tive que ir até lá várias vezes para finalizar meu visto de trabalho. Agora, admiro muito a paciência daqueles colaboradores. Dizem que você tem apenas uma chance de deixar uma boa impressão e os brasileiros do consulado deixaram uma impressão maravilhosa sobre o Brasil – e o país também é maravilhoso.

3. A viagem para o Brasil

Para chegar a São Paulo, voamos de Aero Mexico. Saindo de Chicago, passamos pela Cidade do México e finalmente chegamos a São Paulo. Conforme avançávamos para o Sul, adorei perceber como o idioma e as pessoas foram mudando. Considerando que fiz aulas de espanhol no Ensino Médio, entrei no voo em Chicago entendendo tudo o que os funcionários diziam no avião, cheguei à Cidade do México entendendo mais ou menos o que era dito e aterrizei em São Paulo sem entender mais nada. Chicago é uma cidade que “junta tudo”. Ainda assim, eu não estava preparada para a diferença de idioma que encontraria no Brasil.

4. A chegada à São Paulo

Quando eu e minha prima – que viajou comigo – chegamos à São Paulo, fomos direto para o Hotel Transamérica, onde o Conarec aconteceria. O trajeto foi uma aventura. Fiquei impressionada com as motos e com a forma como as regras de trânsito parecem não se aplicar a elas – elas simplesmente passavam por nós. Uma vez acomodadas no hotel, fomos ao Feijoada do Bolinha, para experimentar a famosa feijoada. E estava maravilhoso! Nós duas americanas ficamos encantadas com a delícia que é essa comida regional. Adorei conhecer a culinária brasileira.

5. Palestra no Conarec

Participar do evento foi uma experiência maravilhosa. O Conarec foi diferente do que costumamos ver nos EUA. Tudo era grandioso no evento. Falar para 1200 pessoas na sala principal foi uma experiência incrível. Aqueles que não falavam inglês usaram fones de ouvido, por meio do qual acontecia a tradução de inglês para português – e trabalhar dessa forma foi inédito para mim. Os congressistas foram todos gentis e graciosos e amei compartilhar meu conhecimento sobre Millennials com eles.

6. Painel de discussão no Conarec

Houve uma inversão de papeis quando participei de um debate junto aos CEOs da PepsiCo e da Whirlpool no Brasil. Esses dois líderes falaram sobre coisas incríveis que eles estão fazendo para manter as empresas atualizadas e agradáveis para várias gerações. Foi a minha vez de usar fones de ouvido para que uma tradutora pudesse transmitir as perguntas feitas à mim – e a existência dela foi um grande presente!

7. Explorando São Paulo

Depois do Congresso, eu e minha prima usamos o tempo que nos restava para explorar a incrível cidade de São Paulo, graças ao nosso maravilhoso motorista e ao aplicativo de tradução. Comemos pão de queijo, compramos chinelos Havaianas, andamos em diferentes Shoppings, e vimos várias paisagens da cidade. Minha grande descoberta foi sobre o quão grande é São Paulo. Andamos por uma hora e ainda parecia que estávamos no coração da cidade. O tamanho de São Paulo foi algo que eu nunca havia visto dentro dos EUA, ou em minhas viagens internacionais.

8. Voo para casa, em Chicago

Com corações saudosos e estômagos cheios, embarcamos em nosso voo de volta para a Cidade do México e, depois, para Chicago. Eu me senti renovada. Fiquei apaixonada pela cidade e pelas pessoas de São Paulo.

Foi uma viagem maravilhosa. Millennials amam viajar e amam aventuras. São Paulo, você ganhou meu coração e minha alma. Mal posso esperar pela minha próxima viagem ao Brasil! Obrigada!

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.