Como a tecnologia pode impulsionar a adoção de home office

Como a tecnologia pode impulsionar a adoção de home office

Por: Editor CM* 2.521 views

Os benefícios do home office vão de aumento da produtividade até a redução do turn over. Como superar as dúvidas e os desafios de gestão da equipe? Confira

O mercado de trabalho está em constante transformação. Principalmente com o desenvolvimento tecnológico, cada vez mais modelos e profissionais são requisitados. Nesse sentido, uma adoção que tem chamado bastante atenção nos últimos tempos é o home office. Com a última Reforma Trabalhista, inclusive, esse regime de trabalhou passou a ter regulamentação específica, que protege o empregador e o empregado – uma oportunidade para a expansão de sua utilização.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Atualmente, empresas de diversos setores têm optado pela terceirização como forma de expandir seu time de atuação. É uma forma de buscar economia, produtividade e agilidade no atendimento. É nesse quadro que, muitas vezes, o trabalho remoto se encaixa. A modalidade traz mais opções para a empresa e também significa uma maior qualidade de vida para o funcionário. Problemas com transporte público, por exemplo, tornam-se uma preocupação longínqua.

Uma das principais dúvidas que surge nas organizações que avaliam o modelo de home office é: como gerir uma equipe que não trabalha dentro da empresa? A tecnologia, nesse ponto, é uma grande aliada. “Adotar uma ferramenta específica para essa gestão é a forma mais segura para realizar a gestão dos funcionários em casa”, destaca Ricardo Lopes, gestor de novos negócios da BizPro. A empresa desenvolveu um software especializado em gestão de trabalho remoto, o Remote WorkPlace (BizRWP).

Pontos sensíveis

O home office é bastante atrativo, mas de certa forma carrega muitos tabus no mundo corporativo. A insegurança sobre a produtividade dos funcionários muitas vezes é grande, o que dificulta a adoção do modelo. Ao desenvolver a tecnologia para essa área, a BizPro procurou testar sua própria ferramenta em sua equipe de call center para assim identificar as exatas necessidades de um gestor de equipes.

“Pelo software, o gestor consegue ter total controle dos acessos e pausas do operador, pode enviar mensagens diretas para o colaborador e acessar indicadores de sua produtividade”, explica Lopes. Além disso, a partir do momento que o profissional faz login no ambiente de atividades da empresa, o gestor tem a opção de bloquear atividades específicas da tela de trabalho, como acesso a redes sociais.

O controle de qualidade também não perde em nenhum ponto. “Um diferencial da ferramenta é que ela mantém gravações de tudo o que o operador faz, sejam conteúdos de televoz, chat, e-mail, tudo”, detalha. Existe, ainda, a opção de biometria facial e digital. “São elementos que entendemos que são cruciais para a quebra de paradigma desse modelo, procuramos fazer de tudo para dar a possibilidade de deixar o operador de casa e dar tranquilidade ao gestor”.

Diferencial

A adoção do home office pode ser muito benéfica para as empresas. Durante o período de testes da BizPro, a empresa conseguiu identificar já alguns ganhos na operação que utilizou a ferramenta. “Em um call center, a produtividade do operador que trabalha de casa chega a ser de 20% a 30% superior. Não tem absenteísmo e o turn over de quem trabalha de casa é quase zero”, garante o executivo.

Pode existir um problema ou outro de conexão, mas é algo pontual. Um fator bastante importante que o especialista reforça é o fato de a empresa se atentar para encontrar os perfis ideais de pessoas para enquadrar no trabalho remoto. Algumas pessoas podem ter dificuldade de se concentrar, seja por morar com muitas pessoas em casa ou outras razões, e isso deve ser levado em consideração.

É importante destacar que a ferramenta não influencia em nada no ambiente do computador da pessoa. A questão do bloqueio de aplicações, por exemplo, acontece apenas após o login do profissional na plataforma empresarial. O gestor pode especificar, também, o horário de trabalho, de almoço, de saída – evitando a produção de horas extras.

Auxílio diferenciado

Outra possibilidade interessante da ferramenta, muito importante para as equipes de call center, é o recurso que permite que o gestor fale com o operador sem que o cliente ouça. Em atendimentos mais sensíveis ou situações mais complicadas, o próprio gestor pode auxiliar no atendimento.

O líder da equipe fica com uma visão geral da atividade de sua equipe, podendo, também, acionar uma ferramenta que fotografa o ambiente do operador de tempos em tempos para verificar sua presença no ambiente combinado (esse recurso é opcional e a foto acontece com a ciência do operador, avisado por um pop-up).

O modelo é bastante rico para as empresas que buscam aplicar o home office. Por fim, é importante lembrar que o BizRWP é uma ferramenta customizável: empresas de qualquer setor podem formatar o seu próprio modo de uso para colocar em prática com equipes de diferentes segmentos.

 

*Consumidor Moderno em colaboração com a BizPro

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.