Accenture cria programa de formação para jovens carentes

Accenture cria programa de formação para jovens carentes

Por: Editor CM 604 views

Chamada de Programa Recode, a ação ocorrerá nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Poá (SP). A meta é formar 120 pessoas

A consultoria Accenture decidiu aliar ações sociais a algumas de suas expertises. Por isso, a companhia começou a oferecer formação gratuita para jovens ligados às instituições Gerando Falcões, de Poá (SP), Redes da Maré, no Rio de Janeiro, e Arco Associação, da capital paulista. Trata-se do programa nomeado como Recode. A meta é formar 120 pessoas.

Confira a edição digital da revista Consumidor Moderno!

Entre os cursos oferecidos pela consultoria estão internet básica, pacote Office e noções de programação, visando a preparação desses jovens para o mercado de trabalho. Não é por acaso, portanto, que o módulo final do curso será a respeito do mundo corporativo, empreendedorismo e dicas para conseguir o primeiro emprego.

Além das qualificações já citadas, os jovens também aprenderão a desenvolver aplicativos e participarão de eventos de cocriação. Nestes acontecimentos, os participantes terão a oportunidade de mentoria com especialistas e executivos da companhia. A meta é dar conselhos a respeito de ideias e postura de profissional.

Certificado da Microsoft

Para participar, os jovens precisam ter entre 17 e 24 anos, além de terem finalizado o Ensino Médio ou estarem cursando o 3º ano. As próprias instituições serão responsáveis pela inscrição e seleção dos alunos. Após o fim do curso, os alunos também receberão um certificado chancelado pela Microsoft.

“Estamos muito felizes com essa parceria e acreditamos que este investimento social ajuda aqueles interessados em aprimorar-se no mundo da tecnologia”, diz Matthew Govier, líder de Cidadania Corporativa da Accenture na América Latina.

“Isso reforça o posicionamento digital da Accenture, além de contribuir para a sua meta de capacitar 3 milhões de pessoas para conquistar um emprego ou empreender um negócio até 2020.”

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.