Teletrabalho: a colaboração ficou mais fácil, confortável e acessível

Teletrabalho: a colaboração ficou mais fácil, confortável e acessível

Por: Editor CM* 2.384 views

Com a regulamentação do teletrabalho (ou home office), o relacionamento entre empresa e funcionários deve evoluir. Entenda o papel da tecnologia nesse processo

No dia 11 de novembro de 2017 entrou em vigência a Reforma Trabalhista. As novas regras garantem diversos ganhos a toda a sociedade e, inclusive, possibilitam que as empresas tenham a oportunidade de oferecer o modelo de teletrabalho aos colaboradores. Não por acaso, a Wittel – uma das empresas mais inovadoras no mercado de soluções de colaboração e de serviços de relacionamento com clientes –, tem acompanhado essas mudanças, e está preparada para auxiliar seus clientes que desejam imediatamente se adequar a esta realidade.

Apesar de ainda ser novidade no Brasil, o modelo de home office – ou teletrabalho –, deve se intensificar. Segundo dados da SAP Consultoria, 36% da empresas já oferecem essa possibilidade aos funcionários. Com a regulamentação, a tendência é que esse número aumente. Nos EUA, por exemplo, 88% dos empregadores já possuem políticas estruturadas sobre esse modelo, de acordo com informações da WorldatWork.

Diante desse cenário, a tecnologia se torna ainda mais imprescindível. “As pessoas precisam estar conectadas como se estivessem dentro da empresa, acessando suas aplicações e sistemas de forma online, além de poderem participar de reuniões e interações de maneira fluida, independentemente de onde estejam”, defende Sérgio Camilo, vice-presidente comercial da Wittel.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

Porém, para que a essa transição de modelo de trabalho seja feita com excelência, e que funcionários e empresas sejam beneficiados, é fundamental contar com processos e metodologias robustas que auxiliarem o engajamento dos funcionários no uso da nova tecnologia que irá sustentar o modelo – como é o caso da plataforma WE Tools. Desenvolvida pela Wittel, a plataforma dispõem de mecanismos de inteligência que medem a adoção e imersão do usuários às tecnologias contratadas, auxiliando as empresas a garantir o uso ideal de cada funcionalidade da solução contratada.

Para as empresas que desejam estar à frente do mercado, adotando o modelo de teletrabalho, a Wittel oferece instrumentos que permitem a conexão com os colaboradores nos mais diversos modelos. É possível realizar uma conferência, unindo diversos pontos do país ou do mundo, contando com um grande número de pessoas ao mesmo tempo; e também é possível conversar com um colaborador de cada vez.

Outra facilidade são as ferramentas colaborativas, que permite que vários funcionários que estão envolvidos num mesmo projeto, mas estão fisicamente distantes, possam compartilham conteúdos, mídias e informações que podem ser acessadas de qualquer dispositivo, e num ambiente seguro. Todas as possibilidades são contempladas, levando em consideração as demandas de cada modelo de negócio.

Com a regulamentação do teletrabalho (conhecido como home office), colaboradores poderão trabalhar remotamente. E é fundamental que as empresas contem com tecnologias capazes de possibilitar essa inovação
A Reforma Trabalhista modernizou a CLT e tornou possível que colaboradores de todo o país sejam contratados pelas empresas - afinal, eles podem trabalhar de forma remota, devido à regulamentação do teletrabalho
O modelo de home office já era adotado por algumas empresas, mas, só depois da Reforma Trabalhista, foi regulamentado de fato.

A Wittel oferece instrumentos que permitem a conexão com os colaboradores nos mais diversos modelos: em conferências, envolvendo um grande número de pessoas ao mesmo tempo; em conversas, com um colaborador de cada vez; entre outras opções. Há também ferramentas colaborativas, que permitem que vários funcionários, espalhados por vários locais, possam compartilhar conteúdos e informações de forma segura.

*Consumidor Moderno em colaboração com Wittel

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.