Especial Millennials: “Essa geração está mudando as regras do jogo”

Especial Millennials: “Essa geração está mudando as regras do jogo”

Por: André Jankavski 2.740 views

Confira a entrevista com a americana Amelie Karam, especialista no comportamento dos millennials, ela mesmo uma representante desta geração

Esta é a quinta de uma série de cinco reportagens sobre Millennials. Clique aqui para ver todos os capítulos publicados

Amelie Karam é especialista no comportamento dos Millennials. Ela, com seus 26 anos, é uma representante desta geração. Em entrevista para a Consumidor Moderno, ela pede mais compreensão e reforça que empresas que não aprenderem a trabalhar com os jovens podem deixar de serem relevantes no futuro. Confira, a seguir, a sua entrevista:

Consumidor Moderno – Quais são os principais diferenciais dos Millennials? Como eles interagem com outras gerações?

Amelie Karam – Todas as gerações possuem similaridades e diferenças. Um dos principais diferenciais dos Millennials, no entanto, é a forma como eles enxergam o trabalho. Nós queremos trabalhar duro, mas ao mesmo tempo ter qualidade de vida e estabilidade, algo também visto em outros tempos. Ao mesmo tempo, queremos nos sentir parte de uma comunidade. Temos nossos propósitos e precisamos saber que o nosso trabalho está fazendo a diferença para a empresa e a sociedade.

Confira a edição online da revista Consumidor Moderno!

CM – Como os Millennials estão impactando o mundo corporativo?

AK – Os Millennials estão forçando as organizações a atualizar suas políticas e seus padrões. Eles estão entrando como a força de trabalho de uma nova era. Outro ponto é a tecnologia. Cada vez mais vital na sociedade, as companhias estão sendo estimuladas a se desenvolverem tecnologicamente para atrair a força de trabalho.

CM – As empresas entenderam como dar espaço aos Millennials?

AK – As companhias estão começando a entender. Elas, porém, precisam ouvir não só os Millennials da sua força de trabalho como as outras gerações. Isso é fundamental. Permitir que todos compartilhem as suas ideias, os seus desejos e as suas necessidades ajuda a criar uma cultura que atrai a Geração Y.

CM – E a respeito dos comportamentos de consumo: o que mudou com a chegada dos Millennials?

AK – Essa geração está mudando as regras do jogo. Perseguir os sonhos não significa comprar um carro ou casa antes dos 30 anos. As mídias sociais mudaram a forma como pensamos sobre as coisas, compramos coisas e vendemos coisas. Agora, é possível ter uma visão geral de um produto ou serviço. Enxergamos a história das coisas e uma boa história ajuda a vender qualquer produto.

CM – Ao mesmo tempo em que a Geração Y revoluciona o mercado e a forma de trabalhar, doenças como depressão e ansiedade são comuns. Por que isso vem acontecendo?

AK – Os problemas psicológicos são mais aceitos e discutidos agora do que no passado. Esse tema não será mais ignorado e a consequência é que há uma conversa aberta sobre isso. Acredito que as redes sociais têm grande participação nesses problemas por conta da alta exposição, mas também podem ser parte da solução. Afinal, lá as pessoas podem se abrir e essa inclusão tende a ser benéfica.

Carregando...

Carregando... por favor, aguarde.