Atendimento demorado: bancos serão autuados pelo Procon

Durante o mês de maio, 82 agências bancárias foram monitoradas pela Fundação Proco; 28 serão autuadas por espera de atendimento abusiva

Consumidores e bancos atuam em uma novela já de longa data. Em 2013, as reclamações contra as instituições feitas ao Banco Central tiveram alta de 97,4% comparado a 2012, principalmente por débitos não autorizados e cobranças irregulares. Aparentemente, o enredo continua.
 
Por má prestação de serviço, 28 agências bancárias serão autuadas pelo Procon-SP. As 82 unidades selecionadas foram monitoradas durante o mês de maio, escolhidas com base nos atendimentos computados pelo órgão.

Durante a fiscalização, o órgão considerou: quantidade de guichês disponíveis, caixas em funcionamento, quantidade de consumidores na fila, quantidade de terminais existentes  no autoatendimento e presença de orientadores.

As autuações se baseiam no compromisso firmado entre as instituições financeiras e a Federação Brasileira de Bancos, que indica o tempo máximo de espera para o atendimento de 20 minutos para dias normais e de 30 minutos para dias de pico. O máximo registrado pela fundação foi de uma hora e dois minutos, na agência Santander de Vila Prelado, zona sul paulista. A lista completa foi disponibilizada pela entidade.

 

Leia mais:

Vazamento de dados na internet: a culpa é de quem?

Brasil é o único latino-americano em lista de empresas sustentáveis

Débitos não autorizados ainda são principal reclamação de clientes bancários
 

 

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS