Fabricação e venda de armas de brinquedo serão proibidas em SP

Quem desrespeitar a lei estará sujeito a sanções administrativas que vão de advertência por escrito a cassação da licença e encerramento das atividades. As regras serão aplicadas conforme a reincidência  

A comercialização e fabricação de armas de fogo de brinquedo estará proibida em todo o estado de São Paulo em 60 dias, segundo a lei 15.301/14, que estabelece a restrição.

Quem desrespeitar a lei estará sujeito a sanções administrativas que vão de advertência por escrito a cassação da licença e encerramento das atividades. As regras serão aplicadas conforme a reincidência.

A fiscalização para o cumprimento da lei será exercida pelo Poder Executivo, que designará o órgão responsável. O Executivo ainda será responsável por realizar campanhas educativas nos meios de comunicação para esclarecimento acerca dos deveres, proibições e sanções impostas.

 

O objetivo é diminuir os números de assaltos e infrações realizadas com armas de brinquedos, que muitas vezes parecem reais.
 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS