Metade dos paulistanos pretende comprar bens no 1º. trimestre

O índice é 2,8 pontos percentuais superior ao do último trimestre de 2013, segundo a pesquisa do Provar/FIA, a maior variação positiva de intenção de compra aconteceu no item viagens e turismo (133%), seguido por automóveis e motos (68,2%) e vestuário e calçados  (21,2%)

O índice de brasileiros que pretendem comprar bens duráveis neste 1º. trimestre é de 49,6%. O índice é 2,8 pontos percentuais superior ao do último trimestre de 2013, segundo a pesquisa do Provar/FIA (Programa de Administração do Varejo, da Fundação Instituto de Administração). Na comparação com o mesmo período do ano passado houve queda de 7,2 pontos percentuais.

De acordo com o Provar/FIA, a maior variação positiva de intenção de compra aconteceu no item viagens e turismo (133%), seguido por automóveis e motos (68,2%) e vestuário e calçados   (21,2%).

O levantamento, realizado com 500 consumidores da cidade de São Paulo, averiguou a intenção de compra e gastos com produtos das categorias de veículos (automóveis e motos), eletroeletrônicos, informática, cama, mesa e banho, cine e foto, móveis, telefonia e celulares, material de construção, linha branca, eletroportáteis e viagem e turismo.

A pesquisa revelou também o aumento do comprometimento de renda e da cautela dos consumidores. As famílias preveem que no 4º. trimestre deste ano terão apenas 7,3% da renda disponíveis para novos gastos.

* Com informações do Finanças na Balança

 

Leia mais:

Dinheiro na mão de brasileiro é vendaval?

Consumidor segue na busca pela educação financeira

São Paulo proíbe testes com animais para fabricação de cosméticos

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS