Mobilidade ainda não emplacou

Pesquisa destaca os benefícios da produtividade ao adotar o trabalho móvel, mas aponta que as empresas ainda estão aquém das possibilidades

Uma nova pesquisa global da Oracle mostra que funcionários do mundo inteiro estão mais satisfeitos por poderem trabalhar em um ambiente móvel e flexível, ajudando-os a serem mais produtivos. Por outro lado, como a maioria das organizações ainda não adotou o trabalho móvel, a pesquisa também apontou que as empresas estão correndo o risco dessa prática decolar sem a devida orientação e controle, levando-as aos desafios da integração e ameaças de segurança. Por isso, a pesquisa conclui que as empresas devem garantir que o trabalho móvel seja implementado de forma eficiente, segura e de acordo com as condições da empresa.

Funcionários de diversos países estão adotando o conceito de trabalho móvel. Eles acreditam a mobilidade os torna mais produtivos. 68% disseram estar mais felizes trabalhando em um ambiente mais flexível e móvel e mais da metade (53%) acha que o trabalho móvel e flexível os torna mais produtivos

De acordo com os funcionários, no entanto, as empresas não estão tão entusiasmadas com a revolução móvel, sendo que algumas estão realmente tentando retardar a adoção dessa prática, já que menos de um quarto (24%) afirmaram que seu empregador realmente incentiva o trabalho móvel. 21% disseram que seu empregador realmente tenta limitar os aplicativos e dados que os funcionários podem acessar em seus celulares

Apesar da falta de entusiasmo por parte das empresas, a pesquisa também revelou que as restrições ao trabalho móvel normalmente são ineficazes e que os funcionários estão adotando por conta própria o uso de soluções móveis no trabalho, porém:

Apenas 18% acreditam que a empresa controla de forma eficaz o que pode ser feito em um dispositivo móvel

15% dos entrevistados disseram ter encontrado uma maneira de usar o celular para trabalhar sem nenhuma ajuda ou intervenção da empresa

Mais da metade (56%) dos entrevistados disse estar trabalhando em um ambiente com mais mobilidade do que estavam dois anos atrás.

40% acreditam que a mobilidade se tornará ainda mais integral em relação ao trabalho nos próximos dois anos

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS