Onda de recalls chega aos fármacos

Mercado de automóveis, alimentos e câmera fotográfica já foram atingidos. O problema, agora, é com medicamentos, dos quais um deles é de uso bem comum: o Paracetamol

 

O recall é uma obrigação imposta por lei àquele que fornece produtos e serviços sempre que seja verificado um problema que possa comprometer a saúde e a segurança do consumidor, ou mesmo a utilização do produto ou serviço.

O fato é que, nos últimos tempos, esta ação tornou-se muito mais frequente e preocupante. Os problemas ocorrem, na maioria das vezes, nas empresas automobilísticas. Porém, a Consumidor Moderno já noticiou recall de alimentos e câmeras fotográficas, por exemplo.

Desta vez, trata-se de um laboratório farmacêutico: o Teuto. A empresa vai recolher 150 mil unidades de cinco medicamentos por defeito de fabricação. Os fármacos envolvidos são: Cetoconazol, Amitriptilina, Paracetamol, Nistatina e Atorvastatina Cálcica. Abaixo você confere os detalhes sobre as falhas e o que podem provocar no organismo.

Cetoconazol 200mg

De acordo com a empresa, o recall abrange 105.314 unidades dos produtos colocados no mercado de consumo, com numeração de lote 1048105 e fabricação em 25/6/2013.

O laboratório informou que o lote do Cetoconazol 200mg 30 comprimidos, usado para tratamentos de micose, pode ter em seu medicamento Atenolol 100mg. O uso do produto pode ?provocar o comprometimento do tratamento de infecções micóticas do paciente devido à substituição, e causar diminuição da pressão artéria, que é o efeito do Atenolol?.

Amitriptilina HCL 25mg

A Teuto informou que o recall da Amitriptilina HCL 25mg, fabricada entre 14/2/2014 e 15/2/2014, abrange 10.271 produtos colocados no mercado de consumo, com numeração de lote 8910019.

O medicamento antidepressivo veio dentro da embalagem do Metformina 850mg, utilizado para tratar diabetes. Com isso, ele pode influenciar no ?controle da glicemia no paciente diabético devido a ausência de Metformina, ao passo que poderia provocar sedação leve, que é o efeito do antidepressivo?.

Paracetamol 500mg

Abrange 15.141 medicamentos fabricados entre 11 e 12/12/2013, com numeração de lote 1998101. O laboratório alegou que ?foi constatada a possibilidade de ser encontrada a presença de um objeto metálico, semelhante a um parafuso, dentro de um alvéolo de uma cartela inviolada? do lote citado acima.

Nistatina 25.000UI/G creme vaginal

13.993 unidades do creme fabricadas entre 14/2/2014 e 15/2/2014, com numeração de lote 8910019, precisam ser devolvidas.
Pode ter ocorrido a embalagem do lote 33900205 do produto Sulfato de Neomicina + Bactracina Zínica pomada. ?O uso do produto equivocadamente poderia provocar o comprometimento do tratamento de candidíase vaginal do paciente?.

Atorvastatina Cálcica 10mg

O recall da Atorvastatina Cálcica 10mg com 60 comprimidos revestidos, fabricados entre 17 e 21/1/2014, abrange 4.822 produtos inseridos no mercado de consumo, com numeração de lote 6909006.

?Foi constatado que, no lote 6909006 de Atorvastatina Cálcica 10mg, ocorreu a embalagem em cartonagem de Atorvastatina da concentração de 20mg. O uso de concentração menor poderia influenciar o tratamento de controle do colesterol?.

Os consumidores destes medicamentos poderão entrar em contato com o SAC da empresa através do 0800 62 1800, para obter mais esclarecimentos.

Com informações dos portais Estadão e Teuto.

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS