Parklets em São Paulo: democratização das ruas

Espaços temporários de lazer são instalados sobre vagas de estacionamento em espaços públicos. A ideia surgiu em São Francisco e ganhou adesão em São Paulo por meio de um decreto, assinado em abril

Qualquer pessoa interessada em criar espaços de convivência na cidade de São Paulo agora poderá ver seu desejo se tornando realidade. Isso porque a própria prefeitura disponibilizou um material para ajudar os paulistanos a se organizarem pela ampliação das áreas de lazer.

Chamados de “parklets”, esses espaços temporários de lazer são instalados sobre vagas de estacionamento em espaços públicos destinadas aos automóveis. A ideia, que surgiu em São Francisco (EUA), ganhou adesão em São Paulo por meio de um decreto, assinado pelo prefeito Fernando Haddad em abril, que regulamenta a criação dessas áreas na cidade.

A instalação dos parklets pode ser de iniciativa da administração pública, como também de pessoa física ou jurídica. Nos dois últimos casos, é preciso que o solicitante assine um termo de compromisso de instalação, manutenção e remoção da área. Em seguida, a subprefeitura vai averiguar o pedido e publicar um edital para conhecimento público da ação.

O manual explica todo o processo passo a passo, dividido em como implantar, projetar, construir e gerir. Além disso, explica que a proposta deve atender às normas técnicas de acessibilidade, estabelecidas pela Companhia de Engenharia e Tráfego (CET) e pela Comissão de Proteção à Paisagem Urbana (CPPU). Faça aqui o download do Manual para Instalação de Parklets.


  * Via CicloVivo

 






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS