São Paulo pode ficar sem água, veja dicas para economizar

O Sistema Cantareira, composto por represas ao norte da região metropolitana, que abastece oito milhões de pessoas, está com o mais baixo nível de armazenamento dos últimos dez anos. Veja como diminuir o consumo dentro de casa

Na última segunda-feira, dia 27, a Sabesp, companhia de água e saneamento básico do governo de São Paulo, divulgou um comunicado alertando à população sobre a escassez de água que a Grande São Paulo enfrenta neste verão, que pode até mesmo culminar em falta de água para a população.

 O Sistema Cantareira, composto por represas ao norte da região metropolitana, que abastece oito milhões de pessoas, está com o mais baixo nível de armazenamento dos últimos dez anos. Um dado realmente preocupante que foi divulgado na nota.

A falta de chuvas em dezembro, ainda de acordo com a Sabesp, registrou o menor índice dos últimos 84 anos, o que piorou a situação. De forma que o sistema passou a operar com apenas 24% da capacidade.

Na rede social Twitter, o perfil da companhia dá conselhos aos “seguidores” para que economizem água: tomar banhos rápidos e substituir a mangueira pela vassoura na hora de lavar a calçada são algumas das dicas. Veja algumas outras:

• Na hora de tomar banho, feche a torneira enquanto se ensaboa. Banhos com aquecedores por 15 minutos, por exemplo, consomem 135 litros de água em uma casa. Se fecharmos o registro durante o ensaboamento e reduzirmos o tempo para 5 minutos, o consumo cai para 45 litros. O mesmo vale para a hora de escovar os dentes;

• Outra dica importante é para a hora de lavar o carro. Prefira usar balde e pano a usar a mangueira. Se a lavagem dura 30 minutos e a mangueira fica aberta, o gasto de água pode chegar a 560 litros. Com o balde, cai para 40 litros;

• Antes de lavar a louça, limpe os restos de comida e feche a torneira: o consumo pode cair de 240 litros para apenas 20 litros;

• Molhe as plantas de preferência no começo da manhã ou à noite e prefira um regador à mangueira, que pode gastar até 190 litros em 10 minutos;

• A água das piscinas montadas principalmente para uso das crianças também pode ser mais bem aproveitada: depois do banho para se refrescar, use a água para lavar o quintal, por exemplo;

• Coloque a máquina de lavar louça ou máquina de lavar roupa para funcionar somente quando estiverem cheias. Quando for a hora de substituí-las, compre um modelo energeticamente eficiente. Lembre-se, economizando água economiza-se energia e poupando energia poupa-se água;

• Conserte torneiras com vazamentos. Todas essas gotas desperdiçadas chegam às vezes a até 95 litros por dia.

 

Leia mais:

São Paulo proíbe testes com animais para fabricação de cosméticos

Brasil lança campanha de alimentos orgânicos para a Copa

Carro híbrido da Ford lidera ranking de economia, segundo Inmetro

 






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS