As marcas da famosa mordida de Suárez

Marcas aproveitam o "rabo do cometa" para promover suas ações, mas Adidas foi implacável com o jogador. No fim, fica a lição de que, apesar da importância da bola no pé, futebol é negócio e, também, imagem

O Uruguai perdeu muito com a mordida do atacante uruguaio Luiz Suárez, com a suspensão do jogador, a equipe ficou desfalcada e a seleção da camisa azul celeste voltou cedo para casa.

A propaganda, no entanto ganhou mais um pouco de combustível, o episódio aqueceu a campanha Tudo ou Nada da Adidas, com viralizações bem humoradas de turistas que foram "mordidos" por Suárez.

Mas a mídia espontânea gerada pelo episódio não comoveu a Adidas, que também é patrocinadora oficial da Fifa e se manifestou sobre o incidente, em comunicado oficial: “A Adidas apoia totalmente a decisão da Fifa. Não aprovamos o comportamento recente de Luis Suárez e nós o lembraremos uma vez mais do alto padrão que esperamos de nossos jogadores”, afirmou a marca.

Sobre a continuidade do uso de imagens de Suárez para as campanhas da marca no mundial, a multinacional foi enfática. “Não temos qualquer plano de usá-lo para qualquer atividade extra de marketing durante a Copa do Mundo”.

A cerveja americana mais famosa, Budweiser, também tirou sua casquinha e usou a mordida mais famosa do planeta para promover sua marca.

A Negresco também pega uma carona no rabo desse cometa, com a ação "Un regalo para Suárez" (Um presente para Suárez), criado pela Publicis Brasil. Nas cenas, a marca envia pelo correio uma caixa, endereçada ao jogador, com vários pacotes do biscoito. A explicação é simples: "Suárez, enviamos algo muito mais gostoso para você morder nesses seus 4 meses de férias! ".

Apesar do tom bem humorado das interações, o presidente do Uruguai, José Mujica, acusou a FIFA de estar a perseguir um símbolo dos pobres, um jovem que "cresceu no campo, que é um rebelde e que expressa a sua raiva de forma natural".

No fim, fica a lição de que, apesar da importância da bola no pé, futebol é um dos modelos de negócio mais lucrativos do planeta e, portanto, é (e precisa ser) sobre imagem.
 

 

Leia mais:

Adidas e Nike disputam atenção nas redes sociais durante Mundial

Músicas de patrocinadores atropelam tema da Copa

Pepsi estampa latinhas com craques da Copa




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS