Um giro pela feira de exposicao do NRF

Hoje a tarde fiz a visita guiada pela feira de exposição do Big Show da NRF comandada pela diretora da NL Tecnologia, Grasiela Tesser. Listo a seguir as soluções que me chamaram atenção

Foto: Márcia Alves

–     Vendedor TAMBÉM vende: O papel do vendedor/assistente na loja ganhou relevância. Afinal, o consumidor está melhor informado sobre o produto que procura. Assim, agora o vendedor, melhor apetrechado seja com smartphones ou tablets, tem condições , com um clique, consultar o estoque, comparar produtos e preços, buscar informações adicionais? tudo para não deixar o consumidor sem respostas. Na rede de lojas de móveis brasileira Artefacto, por exemplo, os vendedores, equipados com tablets, podem ajudar o consumidor no projeto para um ambiente, recriando o espaço e sugerindo as peças na tela. Foi essa influência da tecnologia a disposição da venda que a Motorola reforçou durante sua rápida apresentação para o grupo.
–     Aproveite enquanto seu consumidor usa a internet na sua loja para capturar dados valiosos: Carlos Antonio, representante da Motorola, que fez o tour, também mencionou as possibilidades a partir de oferta do wifi na loja. Ao permitir o login a sua rede, o lojista pode se beneficiar. Ele pode rastrear quanto tempo o consumidor permaneceu na loja, em quais corredores mais demorou etc. Ou seja, é um tapa de luva de pelica para aqueles varejistas que ainda relutam em ofertar o wifi achando que o consumidor vai se distrair, comparar preços e deixar de comprar. Ele vai usar a internet no smartphone de qualquer maneira. Mas com soluções acopladas ao wifi torna-se possível se beneficiar desse comportamento, reunindo dados.
–     Menos vendedores, mais inteligência: Uma solução da Microsoft/Avanade serve aos varejistas que tem um time otimizado de vendedores no chão de loja. Uma tela no provador permite que o consumidor peça a ajuda apenas quando precisa de uma peça em outro tamanho ou cor ? ao clicar, o vendedor recebe o chamado e vai ao seu encontro.
–     Sem fraude no checkout: Muitas perdas, principalmente nos supermercados, acontecem na hora da finalização da compra. A solução da NCR promete dirimir a pratica quando o operador do caixa esta mal intencionado ou apenas desatento. Se ele passar dois produtos ao mesmo tempo o sistema reconhece. Imagine dois produtos sendo passados pelo scanner ao mesmo tempo, um colado atrás do outro. Um scanner normal ira reconhecer apenas o que esta a frente, ou seja, o que foi registrado. O novo scanner da NCR  consegue identificar a fraude pois além do código de barras, ele reconhece a imagem, o que permite inclusive alertar se o código não esta condizente com a imagem, gerando outro alerta. A NCR também apresentou sua impressora térmica que imprime a nota dos dois lados do papel ? apenas no Walmart, a substituição das impressoras por este novo modelo gerou uma redução de 45% no uso de papel.
–     Painel que muda conforme a hora do dia ? No stand da Intel, a solução já usada pela Dunkin Donut?s em duas mil lojas, é interessante para varejistas que possuem lojas espalhadas em grandes territórios. Isso porque o painel, onde se comunica cardápio e preços pode ser customizado de acordo com a região e hora do dia ? pela manhã fotos apetitosas de opções de café da manhã, mais tarde ganham destaques os pratos de refeição. A grande tela pode mudar conforme ofertas e promoções, e também excluir algum produto em falta naquela dia, naquela loja. Dessa forma, uma grande rede pode trabalhar de forma regionalizada, tendo controle melhor dos preços praticados em cada praça se assim desejar.






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS