Redes varejistas dos EUA começam a aceitar bitcoins

Forma de pagamento tem ganhado cada vez mais adeptos ao redor do mundo. Tendência é que moeda virtual se expanda para qualquer tipo de comércio

A rede varejista Overstock.com, de Salt Lake City, é a primeira do setor a aceitar a moeda virtual Bitcoin como forma de pagamento para seus produtos. De acordo com o informe, a empresa busca a nova gama de clientes que utilizam as moedas virtuais. Em nota, o CEO da rede, Patrick Byrne, disse que acredita que as empresas que se recusarem a aceitar a forma de pagamento, perderão espaço no mercado, jogando a responsabilidade diretamente no colo de redes maiores como Walmart e Amazon.

A Overstock utiliza um ?broker? da moeda, que calcula imediatamente a conversão para o dinheiro real. A rede passou a aceitar a moeda virtual no último dia 9. O CEO afirmou ainda que a empresa já teria recebido US$ 100 mil em pedidos (em bitcoins) somente nesse primeiro dia. O Bitcoin é uma moeda virtual (criptografada) que não depende de dinheiro físico nem de qualquer instituição financeira como reguladora. Funciona em sistema P2P em código aberto.

Calcula-se que existam hoje 12 milhões de bitcoins em circulação para transações na Internet e em mais de dois mil estabelecimentos físicos, que passaram a aceitá-lo como pagamento de bens virtuais e físicos. O valor da moeda varia de acordo com o número de pessoas que estão dispostos a trocá-la por serviços. O software do Bitcoin é gratuito e, para ganhar dinheiro virtual, basta que o usuário faça a ?mineração?, que nada mais é que executar o arquivo do programa e deixá-lo funcionando em seu computador.






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS