Pesquisa da Febraban prevê inflação de 6% em 2014

Para a construção dos resultados, foram consultados 28 economistas. No geral, conclusão é de que crescimento da economia continuará moderado

Divulgada na última semana, pesquisa da Federação de Bancos (Febraban) buscou identificar quais as tendências para a economia no Brasil em 2014. Segundo os analistas consultados, o mercado financeiro nos próximos dois anos manterá o crescimento já registrado no ano passado. A estimativa para o fechamento das contas de 2013 é de que o Produto Interno Bruto brasileiro (PIB) ? soma de todas as riquezas de um país ? aumente 2,3% em relação a 2012. Já para este ano, a atividade econômica deve crescer 2,1% e, no ano que vem 2,3%.

Os motivos para os resultados similares são, segundo a pesquisa, o aumento do PIB Agropecuário, Industrial e de Serviços. Os dados reunidos foram apresentados através de projeções macroeconômicas, com o intuito de traduzir de que forma o mercado vai se comportar. As previsões apontam que a inflação oficial, medida pelo IPCA, deve ser de 6% em 2014. Para 2015, espera-se um recuo no índice, para 5,7%.

E como já citado, o crédito também segue essa tendência de moderação, com recuo na previsão geral para 13,2% em 2014 e expansão um pouco menor para 2015, de 12,7. Sobre a economia global, a maioria dos especialistas acreditam que a economia pode apresentar um crescimento maior este ano e sua influência também poderá acarretar maior inflação para a economia dentro do Brasil.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS