Redes de lojas catarinenses planejam expansão

Aposta no crescimento das vendas e possibilidades em outros estados estão no foco das varejistas

Redes varejistas estabelecidas, e conhecidas, apenas no Sul do País planejam investir em novas lojas na região e também em outros estados. Empresas como Berlanda, Salfer, Koerich, Havan e Schumann têm planos de abrir novas lojas este ano e se preparam para continuar crescendo.

A Schumann, com 85 lojas distribuídas em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e paraná, planeja a abertura de 10 unidades na região. A Berlanda, com 200 lojas, aposta nas grandes cidades de Santa Catarina e foca a abertura de 15 a 20 lojas em Joinville, Blumenau e Grande Florianópolis. Em entrevista ao Diário Catarinense, o diretor de marketing e vendas da Berlanda, Alaor Pegoraro, prevê uma expansão média de 10% no número lojas por ano. Segundo o jornal catarinense, o custo para a abertura de cada loja é de cerca de R$ 500 mil.

Já a Havan pretende expandir seus negócios para outros estados. A empresa, que atualmente tem 65 megalojas, pretende chegar ao final do ano com 80, distribuídas pelos estados de  São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás. Segundo o presidente da empresa, Luciano Hang, a meta é manter os planos de ivnestimento já programados para 2014.

A meta da Koerich é chegar a 100 lojas até o final de 2014. um crescimento de 15%, e a ampliação do número de funcionários no estado, que atualmente somam 1,3 mil.

Apesar do otimismo dos varejistas catarinenses, todo cuidado é pouco. Segundo o CNDL – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas, o setor deve crescer menos em 2014, cerca de 4% no ano.

Fonte: Diário Catarinense




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS