Cinco dicas para se preparar para a Copa nos próximos 100 dias

Usar a Copa do Mundo para fomentar o lucro e os negócios ainda é possível, mas existem mais formas do que simplesmente aumentar o preço devido à demanda

Ainda dá tempo para se preparar para a Copa e aproveitar o movimento que os jogos vão provocar nas 12 cidades-sede e nos locais que servirão de base para as seleções internacionais.

Estamos a 100 dias da Copa do Mundo de Futebol e quem tem comércio ou presta serviços precisa ficar alerta e se adequar ao público que circulará na cidade. Quem acha que será fácil atender brasileiros e estrangeiros, falando diversos idiomas e utilizando outras moedas está bem enganado.

?O momento, agora, é de se planejar e usar a Copa do Mundo para apresentar e mostrar para o máximo de pessoas o que se oferece ao mercado. Você tende a criar um cliente insatisfeito se aumentar o valor do produto por causa da demanda?, destaca Christiano Gomes, sócio do Instituto Aquila, consultoria em gestão avançada.

A consultoria listou cinco dicas para os pequenos empresários se preparem e ajustarem os negócios para a Copa do Mundo:

1. Identificar o quanto o negócio está adequado à oportunidade: com uma análise prática do negócio, o empresário visualiza a capacidade de atuar durante o evento;

2. Definir estratégia de atuação: determinar as ações que serão executadas para manter o negócio, ou seja, aproveitar o apelo regional ou adaptar os produtos para todos os públicos;

3. Criar condições para executar a estratégia definida: viabilizar as condições, como garantir produtos com os fornecedores, contratar mais funcionários, adaptar o espaço, garantir a infraestrutura e aceitar outras bandeiras de cartão de crédito para pagamento;

4. Determinar a estratégia de marketing, a fim de garantir que a divulgação atinja o público-alvo: é importante reconhecer que para atrair o consumidor, o empresário precisa aparecer, de maneira planejada e convincente;

5. Checar o bom desempenho e cumprimento dos prazos: para qualquer negócio é essencial que o gestor acompanhe se as metas serão cumpridas e o prazo atingido. Após os eventos, quantificar os resultados e absorver as lições aprendidas.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS