Experiência do cliente: a mola propulsora da inovação

Não escolhemos fazer simples porque é mais fácil, escolhemos isso porque é o mais difícil”, diz o CEO global da SAP, Bill McDermott

Por: - 5 anos atrás

Um evento gigantesco. Com 25.000 pessoas presentes e 250.00 conectadas via internet. Assim começou o Sapphire Nowm um dos maiores eventos de tecnologia do planeta que no ano de 2014 usa o tema “Run Simple”, que mantém uma das máximas mais em voga atualmente (especialmente no mundo da tecnologia): menos é mais, apesar de toda a grandiosidade do evento. “Não escolhemos fazer simples porque é mais fácil, escolhemos isso porque é o mais difícil”, diz o CEO global da SAP, Bill McDermott, que acrescentou um dado importante: ¾ dos consumidores recomendam uma marca baseados na experiência mais simples.

Para ele, aliás, o futuro dos negócios está baseado na experiência do cliente. “Ninguém conhece os problemas dos clientes mais do que nós, que vivemos resolvendo seus problemas há 33 anos”, afirma o CEO. A chave para isso? Engajar o colaborador, que, segundo Bill, é o caminho mais curto para o engajamento do cliente.

 

Inovar é preciso, viver não é preciso

Existe uma célebre frase que o latim deixou para a história: vivere non est necesse, navigare necesse est, que significa "viver não é preciso, mas navegar é preciso", o mesmo se aplica à inovação. Mas existe um entreve na equação: 72% da receita das empresas vai para a manutenção de serviços, práticas e métodos já existentes. O que deixa apenas alarmantes 28% reservados e disponíveis para algo que hoje se faz essencial para a sobrevivência ao mercado: a tão famosa inovação, a mola propulsota de qualquer negócio.

Inovar é primordial especialmente em uma época de tantas novidades tecnológicas que modificaram definitivamente o comportamento de quem consome. Não é preciso ser um CFO para saber que as finanças no século 21 serão altamente sofisticadas, especialmente com as inúmeras novas formas de pagamento e novidades transacionais e conta com um aliado muito famoso atualmente: os dados. Por isso, segundo ele, uma das especialidades da SAP é transformar transações financeiras sofisticadas em algo simples.

Confira mais sobre o Sapphire 2014 pelo portal Consumidor Moderno

 

Leia mais:

Vazamento de dados na internet: a culpa é de quem?

Clientes online e offline: experiência é o que importa

Facebook reconhece programas de TV e música para ‘bater’ Twitter