Design e Experiência – Turismo de compras

Turismo de compras Lojas estão de olho no fluxo de turistas e, para se diferenciar, sortimento, exclusividade e conveniência ditam as regras. BOUTIQUE DOS RELÓGIOS PLUS ? PORTUGALCom a crescente demanda de turistas chineses, russos e angolanos em Portugal, os empresários locais têm sentido necessidade de focar seus negócios para o atendimento a esse público. A pioneira nesse formato foi a Boutique dos Relógios Plus, que já possui várias unidades espalhadas pela Europa e recentemente inaugurou sua maior loja na prestigiada Avenida Liberdade, em Lisboa.

O desafio maior é atender na mesma loja o comprador VIP que não quer ser visto e, ao mesmo tempo, os grupos de turistas que procuram produtos típicos da região e o cliente que busca um novo relógio para sua coleção. O projeto contempla espaços separados para loja dentro de loja de várias marcas importantes da relojoaria mundial. Conta com uma sala VIP para atendimento exclusivo quando necessário ? a abertura da sala é feita por sistema automático acionado pelo toque em um livro da aparente biblioteca. Ao lado, um bar pensado não somente para atender a sala VIP, mas também agradar aos turistas russos, que se sentem totalmente à vontade para efetuarem suas compras ali mesmo, no balcão.

Os grupos que não estão atrás das luxuosas marcas podem se acomodar na última sala: o Espaço Português. Decorada com azulejos típicos, a sala tem uma seleção de produtos como azeites, filigranas, galinhos, e outros com preços acessíveis. O grupo pode se acomodar em banquetinhas, no fundo abaixam-se quatro telões, reduz-se a luz da sala e durante 15 minutos um pouquinho da história de Portugal será compartilhada com todos. Enquanto isso, na sala ao lado o angolano VIP compra seus exclusivíssimos relógios e no salão principal outros clientes fazem suas escolhas!

HOUR BY GLASS MALMAISON ? SINGAPURA
Imagine encontrar no mesmo espaço moda masculina e feminina de várias marcas, peças de decoração, velas, livros, arte, perfumes personalizados… Tudo isso em uma loja de relógios! Esta é a Hour Glass Malmaison. Voltada para atender o turista na sua total necessidade, a loja oferece produtos das mais variadas e selecionadas marcas de luxo. O visual merchandising é impecável e combina mobiliário antigo, objetos de arte, iluminação pontual e produtos expostos de forma extremamente agradável. Pensando em grupos ou famílias, a loja ? dividida em dois pavimentos ? consegue atender a mais variada gama de público nas suas diversas idades e estilos, tornando um passeio interessante para todos, mesmo porque, a maioria das peças de decoração é original e de época, tornando a visita à loja um passeio (por que não?) também cultural.

Cada detalhe é genuíno, como o piso, que data da idade do relógio, século 17, e as asas de pássaros e borboletas nas telas ? é tudo real. Muitos dos utensílios e livros foram coletados ao longo dos anos pela família proprietária da loja. À venda, apenas artigos igualmente genuínos de marcas como: Frederic Malle, Charvet, Pierre Corthay, Hublot, Panerai, IWC, Audemars Piguet, Jaeger LeCoultre.

THE SOUK MADINAT ? DUBAI
Os souks são os antigos mercados especializados do Oriente Médio: gold souk, spice souk e assim vai… No caso de Dubai, eles ficam na parte antiga da cidade e, apesar de serem pontos turísticos, andar por lá é uma tarefa pouco prazerosa devido ao calor extremo em certos meses do ano ? pode facilmente superar os 45 graus.

Originalmente, os souks são mercados que cresceram ao redor das áreas de docas com a finalidade de comercializar os produtos que ali desembarcam. O crescimento de certa forma desorganizado acaba por formar um pequeno complexo de ruas sinuosas numa ?desorganização organizada?, se assim podemos chamar. Pensando no enorme número de turistas que visitam a cidade todos os anos, a rede Jumeirah de hotéis construiu dentro do seu complexo hoteleiro um souk próprio: Souk Madinat.

As características são as mesmas dos souks originais, mas a climatização por ar condicionado faz toda a diferença para o turista. Destinado principalmente aos hóspedes dos hotéis, também é aberto aos turistas da cidade. Ao contrário dos souks, o Madinat não é específico e oferece um pouco do que está à venda nas lojas renomadas da cidade: presentes, ouro, lembrancinhas, produtos típicos, temperos…




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS