Banco Mercedes fecha trimestre com R$ 825 mi em novos negócios

Resultado foi 62% superior a 2013. No entanto, taxas de juros do banco da marca ainda são maiores do que o da sua concorrente alemã, a BMW

A Mercedes-Benz encerrou o trimestre com bom resultado: R$ 825 milhões em novos negócios. Resultado foi 62% maior em relação ao mesmo período do ano passado. No total de 2014, o banco da marca somou R$ 1,12 bilhões. De acordo com a Mercedes, a boa performance é ressonante da quantidade de crédito liberada.

É recorrente que montadoras de carro comecem a criar instituições financeiras para atender seus clientes e controlar melhor ainda o montante de lucro das empresas. O Banco Central divulga mensalmente os juros pré-fixados para aquisição de veículos (pessoa física). A última sondagem foi de 4 a 10 de abril.

Nesse ranking, o banco da BMW figura em primeiro, com a menor taxa de juros do País: 0,64% ao mês, seguida pela Golcred S/A ? 0,79%, Gmac ? 0,9% e finalmente a Mercedes, com 0,92%. Ao final do texto, confira a lista completa divulgada pelo Banco Central.

Os ganhos do banco Mercedes no primeiro trimestre se dividem em veículos comerciais: alta de 62%, com R$ 825 milhões; caminhões ? R$ 594 milhões, montante 74% superior ao mesmo período de 2013, ônibus ? R$ 210 milhões, incremento de 31%. O diretor comercial do banco, Angel Martinez, disse que em janeiro, a Mercedes conquistou o maior volume de sua história. ?Superamos em 32% o resultado obtido em outubro de 2013, até então o recorde da instituição?.

Tabela completa do Banco Central:




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS