Etiqueta eletrônica auxilia o consumidor

Novo sistema elimina divergências de preços entre prateleira e caixa. Loja fica em Cianorte, noroeste do Paraná

Tempo de leitura: < 1 minuto

13 de maio de 2014

Várias empresas do País já oferecem a etiquetação eletrônica para supermercados ou lojas de departamento. Uma delas é a Seal, que já tem dois mil clientes em sua base instalada. A rede Paraná Supermercados, de Cianorte (PR), é um desses clientes. 

Com matriz em Campo Mourão, a rede de supermercados implementou em sua nova loja a tecnologia de etiquetas eletrônicas de preço. As nove mil etiquetas eletrônicas já estão em operação e, segundo o gerente de TI do Paraná Supermercados, Daniel Delaporte, eliminaram as divergências de preços entre prateleira e caixa.

?Isso melhora o relacionamento com o cliente. Esse era um dos maiores desafios que encontrávamos na rede: as inconsistências de preço. Criava um desconforto tanto para o consumidor quanto para o atendente?, explicou. Agora o processo de precificação é automático e instantâneo. O sistema atualiza 1.500 preços por minuto. A mesma precificação, só que manual, demoraria em torno de dois dias. 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS