?Valorizar as pessoas é valorizar o próprio negócio?

A adversidade causada pelo turnover ainda é realidade em algumas empresas. Para isso o GPTW fomenta ações valorizando o colaborador

Como engajar os colaboradores no maior empregador do Brasil é um dos temas do BrazilianRetail Week, maior evento do segmento no país. Para abordar este assunto, nenhuma instituição melhor do que o Great Place to Work, que participará da edição 2014 do Brazilian Retail Week. Representando a instituição, o CEO do Great Place to Work® Brasil, Ruy Shiozawa, afirma que ?valorizar as pessoas é valorizar o próprio negócio?.

O GPTW se empenha em manter o maior nível de integridade. Desenvolve listas de melhores empresas para trabalhar de maneira independente, sem considerar qualquer relação comercial que possam desenvolver com alguma empresa em particular. Os clientes são gerentes e funcionários comuns de organizações.

O responsável pela área de conteúdo do GPTW, Bruno Mendonça, respondeu às perguntas feitas pela NOVAREJO. Confira abaixo.

NOVAREJO: Fale sobre alguns cases de sucesso no varejo brasileiro.

Bruno Mendonça: Destaque para duas empresas brasileiras, premiadas já há vários anos na Lista Melhores Empresas para Trabalhar GPTW ? Brasil: em 17 edições da lista nacional, a Magazine Luiza foi premiada em 16 edições e a Gazin, premiada em 11, ambas premiadas também na última edição da lista, de 2013.

A comunicação aberta e a geração da confiança dos funcionários nos seus gestores são imprescindíveis para o engajamento das pessoas. Vemos isso claramente nessas empresas.

No Magazine Luiza, há uma prática chamada ?Rito de Comunhão?. Todas as segundas-feiras pela manhã em todas as unidades da companhia, os colaboradores são informados sobre os resultados da empresa, as principais notícias da imprensa e a celebração por resultados ou datas comemorativas.

O Rito de Comunhão também é uma oportunidade para os colaboradores conviverem diretamente com a presidente Luiza Helena Trajano. Todas as

segundas-feiras, ela participa ativamente da reunião, dando sugestões e compartilhando, com a equipe do escritório, suas experiências.

Esse mesmo aprendizado é dividido com todos os colaboradores quando a presidente participa da TV Luiza, geralmente em programas especiais para contar alguma novidade ou experiência nova aprendida.

Os líderes dessas empresas estão sempre muito presentes no dia-a-dia dos funcionários, sejam pelos mais variados meios de comunicação ? TVs e revistas internas, murais, panfletos, e-mails ? ou mesmo de maneiras bem incomuns.

A empresa de comércio de móveis e eletrodomésticos Gazin, além dos meios de comunicação tradicionais, utiliza cuecas masculinas, calcinhas femininas, carteiras e outros elementos para comunicar a estratégia da empresa, metáforas simples e funcionais.

Na Gazin, adotar banco de horas e sistema de compensações de horários para os casos de trabalho em horários extras é considerado importante, mas o líder dessa empresa vai mais além. Nas ocasiões em que uma equipe fica trabalhando até mais tarde, o Presidente da empresa faz jantar e serve esses funcionários, pessoalmente, na cozinha do Mário Gazin.

NV: Qual a importância, pra identidade da empresa, em manter o colaborador?

Bruno Mendonça: A identidade de uma empresa ou de qualquer grupo social se constrói e se manifesta através das pessoas. A partir do momento que os indivíduos tomam para si a missão e os valores da organização, o maior comprometimento com as metas almejadas torna-se inevitável.

Prova disso é que a geração de ambientes de trabalho marcados pela confiança, pelo comprometimento e pelo engajamento das pessoas influi diretamente nas taxas de rotatividade. Nas Melhores Empresas para Trabalhar GPTW, a taxa de rotatividade fica, em média, bem abaixo da média nacional; os desligamentos a pedido do trabalhador, termômetro importante para medir o poder de reter pessoas, também ficam bem abaixo da média geral.

A alta rotatividade de pessoas é um dos maiores problemas enfrentados pelas empresas varejistas; as empresas do setor que investem nas pessoas e no clima organizacional têm conseguido enfrentar de forma muito melhor esse obstáculo.

NV: Existe um segmento que melhor engaja o colaborador?

Bruno Mendonça: Uma das principais características das empresas premiadas como as Melhores Empresas para Trabalhar – e que usamos como uma de nossas premissas – é o fato de serem de regiões diferentes, de portes diferentes e de setores diferentes. Ou seja, qualquer empresa em qualquer lugar pode se tornar um excelente ambiente de trabalho.

Embora outros setores e ramos de atividade estejam mais representados nas listas de Melhores Empresas para Trabalhar GPTW, o engajamento, a inovação e a maior produtividade são marcas que têm chamado a atenção de excelentes ambientes de trabalho independente do setor e ramo de atuação.

NV: Há uma ?fórmula básica? para engajar o funcionário?

Bruno Mendonça: Colocar as pessoas em primeiro lugar. Ações que invistam nos funcionários são as principais práticas que proporcionam excelentes ambientes de trabalho.

Coisas simplórias como falar e escutar continuamente seus funcionários; celebrar e compartilhar com eles os resultados obtidos pela empresa; ajuda-los no desenvolvimento de suas carreiras; agradecê-los pelos bons resultados; contratar pessoas com valores em consonância com toda a equipe; recebê-las de forma acolhedora; inspirá-las continuamente sobre a importância dos seus trabalhos. São práticas simples, mas fundamentais para a geração da confiança e do engajamento dos funcionários.

* O BRWeek acontece nos dias 29 e 30 de julho. Acesse o site do evento para realizar a sua inscrição.

* Para se inscrever no GPTW, acesse o site http://www.greatplacetowork.com.br/melhores-empresas/gptw-varejo.

 






ACESSE A EDIÇÃO DESTE MÊS:

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS