Riachuelo da Paulista é minuciosa e estratégica

Marca avança com propósito de democratização da moda ao abrir flagship na rua mais famosa do País. Confira ao final da matéria galeria de fotos

A Riachuelo inaugurou na última semana mais uma unidade em São Paulo, na esquina da avenida Paulista com a rua Haddock Lobo. A nova loja foi instalada em um prédio de seis andares com 4,5 mil metros quadrados. A rede tem 224 lojas próprias espalhadas pelo Brasil, com expectativa de chegar a 330 endereços em 2016.

O Portal NOVAREJO foi conhecer. São seis andares pensados nos mínimos detalhes. Uma loja iluminada. Lâmpadas fluorescentes de intensa potência garantem que tudo esteja muito à mostra. As cores branco e preto predominam, buscando a elegância e refinamento. No mundo da moda, desde Coco Chanel, essas cores são coringa. E tendência. Como contraponto, o chão é industrial, tem piso simples. O primeiro andar é um galpão aberto, a loja é toda de vidro. Mais que isso, até o maquinário das escadas rolantes está à mostra. Tudo é claro, mensagem subliminar de qual característica a loja quer alçar aos olhos do público: transparência.

No dia seguinte à inauguração, frequentavam pessoas de todas as classes sociais, animadas com as sacolas coloridas ecológicas distribuídas pelas funcionárias. Gente de todo tipo, assim como sonhou o presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, uma loja sem castas sociais. A música é pano de fundo, suficientemente pop para não ser notadamas é animada, propícia para comprar coisas legais na loja nova. Quem passeia pelo prédio, explora um mundo novo a cada andar, percorre os 4.500 metros quadrados especialmente decorados para cada ambiente, um de cada cor.

Várias ondas plásticas projetam movimento suspensos no teto, muitos brancos e apenas um preto. Detalhes da modernidade à mostra, assim como na abreviação do nome da marca em caixa alta na fachada: RCHLO. Minimalismo proposital, só na estrutura. Ao lado das roupas, não faltam indicações de setores, seções e preços, o que facilita a compra, porque já antecipa informações em forma não verbal. O térreo está tomado pelas mulheres. É delas e elas aproveitam. Em horário de almoço, não se sabe se por conta da novidade ou não, fica cheia o tempo todo.

Estratégia lógica deixar o térreo e mezanino para as mulheres, atendendo desde looks para um casamento, sapatos fashion e básicos, roupas para trabalhar, para ir a um restaurante, para uma balada, dormir, seduzir, mix completo de produtos. No setor de lingeries, o ambiente intimista imita um quarto, com gavetas de cômoda espalhadas. Em cima dos armários que seguram as camisolas, calcinhas e sutiãs, fotos de peças de roupas íntimas jogadas no colchão, plumas e prédios de Nova York, suscitando glamour. A cidade dá nome à coleção Outono Inverno da rede de fast fashion.

O Segundo andar é masculino, com bonés de aba reta, ternos bem cortados, cachecóis, jaquetas esportivas e calçados de várias coleções: Star Wars, Sex Pistols, Beatles. Assim como na seção feminina, nada falta. A intenção da varejista é ser seu destino em qualquer situação. A sutileza domina o planejamento, mas pode ser percebida com um olhar mais acurado. As escadas para subir são rolantes e fáceis de achar. Já para descer, fica mais difícil. O cliente tem que procurar os fundos, onde há um elevador (com fila) e escadas normais. Em cada andar, há caixas para pagar a conta.
 
O terceiro andar abriga os acessórios infantis e o quarto, um setor novo para a marca: moda casa. Há almofadas, edredons e demais itens ?homewear?, além do atendimento ao cliente e prestação de serviços ? como os seguros para acidentes pessoais, residencial e até plano odontológico. A Riachuelo domina a cadeia vertical e produz 185 mil peças por dia e as coloca todas nas 224 lojas. Por controlar todo o processo, a empresa consegue oferecer produtos a preços populares. A agilidade na produção e distribuição possibilita mudanças constantes na coleção. Tem roupa nova na loja toda semana.

A seção das crianças tem manequins brincando, deitadas, sempre em movimento. Letras coloridas podem ser vistas de longe, dando um conveniente ar infantil ao ambiente. No entanto, a loja não tem fraldário. A rampa para cadeirantes fica longe da entrada principal, na Haddock Lobo, mas a assessoria da loja informou que um novo acesso elétrico está sendo instalado na avenida Paulista. Há um banheiro masculino e um feminino no térreo.

Confira galeria de imagens:

{gallery}riachuelo{/gallery}




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS