Cielo e Linx anunciam joint venture

Empresa, que ainda depende de aprovação, viabilizará a união do software da Linx e da plataforma da Cielo para oferecer soluções em tecnologia aos pequenos varejistas

 

A Cielo se uniu à Linx em uma joint venture, que ainda depende de aprovação. As empresas desenvolverão uma solução integrada de automação comercial, software de gestão e plataforma de pagamentos eletrônicos para pequenos varejistas. De acordo com o anúncio, a oferta traz para o Brasil o conceito de IPOS (Integrated Point of Sale) e fornecerá aos varejistas uma solução integrada e flexível para atender às necessidades específicas dos diversos segmentos. 

Na prática, a união do software da Linx com a plataforma da Cielo se dará de acordo com as necessidades do cliente, que poderá adotar uma interface mais moderna, como um tablet, ou mais tradicional, como um desktop, para a gestão do dia a dia do seu negócio.

?Essa parceria contribuirá para a evolução de toda a indústria de cartões e para cada um dos setores da economia que se beneficiam dos meios eletrônicos de pagamento, em especial, os pequenos varejistas com até cinco lojas?, disse o presidente da Cielo, Rômulo de Mello Dias. Já o diretor presidente da Linx, disse que o domínio das tecnologias por empresas de todos os portes será “fator determinante para o crescimento do varejo”.

Pesquisa da Cielo em 2013 com 800 proprietários de estabelecimentos de alimentação e vestuário apontou que 52% dos entrevistados não possuem automação comercial. Estudo mostrou ainda que 50% desses lojistas fazem controles manuais (anotações em caderno), 30% utilizam planilhas eletrônicas e 6% não realizam nenhum tipo de controle. Além disso, cerca de 70% afirmam não ter um catálogo de produtos estruturado.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS