Contadores de histórias

É obrigatório no mundo de hoje oferecer multicanalidade, produto de qualidade, conveniência de entrega e experiência no ponto de venda

O varejo brasileiro vive um mundo no qual deve se equilibrar entre duas variáveis: praticamente tudo o que existe é commodity e cada empresário não concorre, simplesmente, com quem vende a mesma mercadoria, mas compete com todos que têm o mesmo tíquete médio. E não somente produtos, mas incluindo também quem vende serviços.

Diante da situação, as empresas têm cada vez o desafio de se diferenciar da maioria. Ter produto de qualidade e conveniência de entrega; ser multicanal; e oferecer um excelente atendimento e experiência no ponto de venda, no mundo de hoje, são pré-requisitos. Quem quer crescer e sobreviver tem que oferecer mais.

Vou contar um pouco da minha experiência particular.

Na Chilli Beans, há alguns anos, fizemos uma escolha: não queremos vender um produto pontualmente. Queremos criar um relacionamento da ?pimenta? com você, sendo ?você? nosso colaborador, cliente, fornecedor, parceiro, ou quem quer que seja. E o ?a mais? que nós temos para oferecer nesse relacionamento é a nossa história.

Costumo dizer que somos grandes contadores de histórias, desde a própria trajetória da marca. O que mudou é que, ano a ano, temos novas histórias para contar. Neste ano, vamos lançar, pelo menos, seis coleções temáticas, algumas como criações da própria equipe interna de designers, outras em cobranding com parceiros, nacionais e internacionais. Todas, no entanto, contando uma história que faça sentido no nosso negócio e também aos stakeholders.

É o caso da primeira coleção de 2014, em parceira com o primeiro nome internacional. No início de março, lançamos Chilli Beans por Kravitz Design, do astro Lenny Kravitz. Chegamos ao nome de Lenny porque, ainda que a gente seja um varejo, o DNA da marca é a música, especialmente rock?n?roll. Comecei minha carreira como músico, fiz faculdade de música nos Estados Unidos, tive banda por muito anos. Faz sentido, é um caminho natural, é a nossa história.

Outro exemplo é a atual coleção: Manto Sagrado, inspirada nos ícones do futebol e das Copas do Mundo. Cada produto Manto Sagrado conta uma história desse assunto: há os óculos que simbolizam cada uma das três vitórias da Era de Ouro do Brasil, nas Copas entre 50 e 70; ou os relógios que representam três estádios de futebol mundiais, com o Maracanã; e ainda peças com figas e fitinhas do Bonfim, inspiradas na fé do brasileiro, antes de tudo um torcedor.

Nossa escolha e o objetivo que perseguimos é sempre ter uma boa história para contar.

* Caito Maia é presidente da Chilli Beans




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS