Marcas também sentem o fim do sonho do hexa

Entre patrocinadores e apoiadores oficiais, veja um apanhado daqueles que resolveram utilizar as mídias sociais como canal de lamento pela derrota brasileira

O sonho acabou. Até os próximos quatro anos, pelo menos. O impacto da goleada da Alemanha em cima do Brasil não foi apenas na autoestima de torcedores e equipe.

Entre patrocinadores e apoiadores oficiais da FIFA, o Adnews fez um apanhado daqueles que resolveram utilizar as mídias sociais como canal de lamento pela derrota brasileira.

Nem todas se manifestaram. Caso do Itaú e do Guaraná Antarctica, que não é parceiro oficial FIFA, mas vinha utilizando uma série de Vines nos jogos, e não se manifestou. Será que não havia nada preparado para a derrota? Certamente, não para um 7 a 1.

McDonald’s

O Mc deu um belo exemplo de como descrever uma goleada que parece não ter fim bem ao estilo fast food.

 



Coca-Cola

Quem viu a entrevista de David Luiz no pós-jogo certamente ficou com aquele nó na garganta, aquela vontade de chorar que luta contra o equilíbrio humano. A Coca-Cola utilizou um canudo e uma garrafa para mostrar este sentimento.

Visa
Segundo a Visa, a tristeza é tanta que hoje é quarta-feira de cinzas.

Oi
Em três tweets, a Oi lamentou, de maneira criativa, a derrota do time de Felipão e lembrou que algo bom ainda pode acontecer.



Budweiser

A Budweiser dos EUA parabenizou a Alemanha e seus sete (!) gols.

O último tweet do perfil da marca no Brasil foi feito no intervalo do primeiro tempo. E já estava 5 a 0.



Hyundai

A mensagem da Hyundai foi profunda: a dor é temporária, a paixão é para sempre. E viva o futebol.

* Com informações do Adnews


Leia mais:

Músicas de patrocinadores atropelam tema da Copa

As marcas da famosa mordida de Suárez

Brasil é 49º país que mais faz o bem para o mundo
 






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS