Taxa de ocupação de shoppings é de 57%

Ibope mostra que cidades de pequeno porte são mais afetadas

 

Entre dezembro de 2013 e junho de 2014, a taxa de ocupação dos shoppings inaugurados em 2013 passou de 50% para 57%, segundo levantamento do Ibope Inteligência. O crescimento representa um adicional de 370 lojas inaguradas nos 36 shoppings analisados.

A taxa de ocupação é menor em empreendimentos localizados em cidades de pequeno e médio porte de até 1 milhão de habitantes – onde se concentrou boa parte das últimas inaugurações. Nessas áreas, segundo a pesquisa, a taxa média de ocupação é de 50%. Já nos grandes mercados, a taxa média de ocupação dos novos empreendimentos é de 70%.

Do total dos empreendimentos analisados, 39% apresentam taxa de ocupação inferior a 50%, ou seja, esses shoppings ainda operam com metade da Área Bruta Locável (ABL) desocupada. Na maior parte dos casos, as áreas vagas são aquelas destinadas às lojas satélites e ao cinema.

?O aspecto mais preocupante é que muitos dos shoppings novos estão localizados em mercados que apresentam baixo potencial de consumo ou estão sobreofertados?, disse, em nota, o coordenador de pesquisa na área de shoppings do Ibope Inteligência, Fabio Caldas.

Dos 36 shoppings analisados, 53% estão localizados em cidades cujo Índice de Produtividade antes da instalação do shopping era inferior a 80. Abaixo de 80 estão os mercados de ?alto risco?, que dificilmente comportariam um novo empreendimento. Mercados com índice 100 são considerados ?equilibrados?, onde a oferta de shoppings instalados é suficiente para atender à demanda existente; cidades com índice entre 99 e 80 são ?áreas concorridas?, mas que podem ainda ter espaço para novos empreendimentos, dependendo de sua localização e do seu posicionamento.

Leia mais 

O novo frequentador de shopping

Staples abre primeira loja no Brasil

O varejo segundo o Google






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS