Tudo acaba em pizza: a verdadeira receita e as melhores do mundo

Apesar de a pizza ser um dos pratos mais amados e versáteis do Brasil, existe receita certa para a verdadeira. Conheça um pouco mais da história de uma das imigrantes mais notórias do nosso país e o ranking das melhores do mundo

yingko/ Shutterstock

O Dia da Pizza é comemorado todo dia 10 de julho, desde o ano de 1985, instituído pelo então secretário de turismo de São Paulo, Caio Luís de Carvalho, por ocasião de um concurso estadual que elegeria as 10 melhores receitas de mussarela e margherita. A data de seu encerramento, 10 de julho, foi tomada por data oficial de comemoração.

No Brasil, a história da pizza começou no tradicional reduto italiano do Brás. Segundo consta no livro Retalhos da Velha São Paulo, escrito por Geraldo Sesso Jr., que o napolitano Carmino Corvino, o Dom Carmenielo, dono da já extinta Cantina Santa Genoveva, instalada na esquina da Avenida Rangel Pestana com a Rua Monsenhor Anacleto, inaugurada em 1910, passou a oferecer as primeiras pizzas da cidade.

O termo “acabar em pizza” teve origem na Sociedade Esportiva Palmeiras e sua disputa política dentro do clube, de origem italiana, com brigas acaloradas e trocas de acusações entre os diretores da agremiação. Na década de 60, alguns conselheiros palmeirenses se reuniram para resolver problemas que haviam trazido uma crise ao clube. Após 14 horas de discussões, os dirigentes sentiram fome e resolveram ir a uma pizzaria. Várias rodadas de chope, várias garrafas de vinho e 18 pizzas gigantes depois, a paz voltou a reinar. O jornalista Milton Peruzzi, que trabalhava no jornal A Gazeta Esportiva e era setorista do Palmeiras, acompanhou todo o encontro e ditou a seguinte manchete no jornal do dia seguinte: “Crise do Palmeiras termina em pizza”.

Os paulistanos, aliás, gabam-se de ter a melhor pizza do mundo – que bateria até as genuínas redondas italianas.  Mas um ranking feito pelo Huffington Post aponta que talvez não seja bem assim, embora os critérios apontados pela lista não sejam aqueles levados em consideração por especialistas e puristas da pizza.

1. Nova York, Estados Unidos

A criatividade nos recheios dão à cidade o posto de melhor pizza do mundo.

2. Nápoles, Itália
Um dos lugares onde a pizza surgiu domina a lista. Eles têm produtos de incrível sabor. As mais famosas pizzarias da cidade estão nas mãos da mesma família há várias gerações e a excelência é cuidada meticulosamente. Por lá, a pizza é cozida em temperaturas super altas em forno à lenha feito de tijolo.

3. Itália, Roma
A capital italiana nem sempre esteve na lista, mas descobriu uma fórmula de sucesso: recheios criativos com ingredientes de altíssima qualidade, massa crocante e atendimento refinado.
publicidade

4. Boston, Estados Unidos

A cidade oferece pizzas crocantes e com recheios levemente azedos. Produtos orgânicos e caseiros são também outros diferenciais.

5. New Heaven, Estados Unidos
Uma fermentação mais longa é o grande diferencial da pizza da pequena cidade americana.
Na França, eles usam ingredientes mediterrâneos de alta qualidade
Foto: Getty Images

6. São Francisco, Estados Unidos
A região da cidade californiana tem tradição quando o assunto é pizza e contalibiza inúmeros restaurantes especializados no assunto. Queijos de qualidade e carnes, como pepperoni, são os diferenciais das massas feitas por lá.

7. Nice, França
Os franceses incrementaram a pizza tradicional substituindo a mussarela por queijos mais fortes como emmental e cantal. Além disso, devido a proximidade deles com o mediterrâneo, são também grandes adeptos de tomates, azeite de oliva e manjericão. A massa fina e crocante é coberta delicadamente com ingredientes locais da mais alta qualidade.

8. Buenos Aires, Argentina
Como uma cidade de imigrantes italianos, a capital argentina tem uma pizzaria quase que em cada esquina. Eles deram seu toque ao prato com uma massa mais espessa, muito queijo derretido, pouco molho e recheios que são colocados pouco antes da pizza ser servida.

9. Melbourne, Austrália
Serve pizzas crocantes que são transformadas com recheios como abóbora, cebola roxa e gorgonzola.

10. São Paulo, Brasil

A cidade tem a melhor pizza do País, muito devido a grande quantidade de imigrantes italianos que vivem por lá. A primeira pizzaria da cidade foi inaugurada em 1800 e atualmente a capital paulista tem quase 9 mil pizzarias. Entre os sabores mais tradicionais, estão frango, portuguesa, além dos diferentes estrogonofe e as doces como banana e brigadeiro.

 

Mas a verdadeira pizza tem fórmula certa. Em 14 de junho de 1984, o pizzaiolo italiano Antonio Pace fundou a Associazone Verace Pizza Napoletana (“Associação da Verdadeira Pizza Napolitana”. A organização pretendia preservar a cultura culinária italiana, determinando o tamanho exato e os modos de preparação da verdadeira pizza napolitana. O estatuto tem seis artigos, e determina como a verdadeira pizza napolitana deve ser feita. Entre os requisitos, estão:

•    O verde do manjericão deve ser ligeiramente mais escuro, por causa do processo de cozimento;

•    O branco da mussarela deve aparecer em tiras esparsas;

•    Uso de farinha tipo “00”;

•    A água deve ter pH entre 6 e 7, temperatura entre 20 e 22 ºC e de 60 a 80 miligramas de cálcio por litro;

•    O sal usado deve ser marinho;

•    Gordura não pode ser usada em nenhuma parte do processo;

•    O pH final da massa deve ser 5,87;

•    O orégano usado deve ser o “Origanum vulgare”, da família “Labiatae”;

•    As pizzas devem ser cozidas em superfícies de pedra, de 60 a 90 segundos, a uma temperatura de 485 ºC.

 

* Com informações do Terra e Guia dos Curiosos


Leia mais:

Coca-Cola desenvolve freezer portátil sem eletricidade

Salada com cara de obra de Kandinsky agrada mais em pesquisa

Cachaça melhor que uísque? Pesquisa mostra que sim

 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS