AirBNB: do zero aos R$ 10 bilhões em quatro anos

Startup que possibilita ao usuário alugar casa para estranho alcança 4 milhões de pessoas hospedadas

Durante o Rakuten Expo, evento de e-commerce que acontece nesta terça (14) em São Paulo, o gerente de marketing da América Latina da AirBNB, Samuel Soares, falou de como foi possível o marketplace ?feito por pessoas? ? que em 2011 tinha 120 anúncios ? ter hoje um valor de mercado de R$ 10 bilhões.

A Airbnb alcançou tais conquistas com uma ideia simples: disponibilizar um site para que os usuários aluguem suas próprias casas para turistas, que se beneficiam com um preço médio 40% inferior ao de hotéis.

O que à primeira vista pode parecer estranho é bastante comum principalmente nos Estados Unidos, onde as pessoas ganham dinheiro com imóveis que não estão utilizando. Hoje o marketplace tem 800 mil anúncios e já foram hospedados através dele mais de 20 milhões de hóspedes ao redor do mundo.

O serviço começou no Brasil em 2012 e foi muito usado durante a Copa do Mundo, quando um em cada cinco turistas ficou hospedado pela Airbnb. Também por isso, o Rio de Janeiro tornou-se o terceiro maior mercado da empresa no mundo, atrás de Nova York e Paris.

?Praticamos uma economia inteligente. O dinheiro que seria concentrado nas mãos de grandes empresários (donos dos hotéis) de bairros nobres específicos, é pulverizado entre os cariocas de outras regiões, que reinvestem no local. O dinheiro fica na cidade. 70% das casas do Airbnb fica distante dos bairros hoteleiros, portanto fomenta também o comércio local, já que os turistas acabam gastando também nos restaurantes e padarias próximos às casas onde estão hospedados?, defende Soares.

Fazendo um paralelo com o e-commerce, o CMO da Rakuten, Ricardo Jordão, ressaltou a importância de fazer uma foto de qualidade para vender o produto ou, no caso da Airbnb, do apartamento. Samuel Soares, do marketplace, concorda. ?Alguns pontos e olhares, somente o profissional de fotografia conseguirá alcançar. Investir na foto é essencial na Internet?, diz.

Leia mais 

O marketing 1 a 1 para atingir o cliente

As oportunidades do omnichannel marketing

Natura cria projeto piloto de e-commerce em SP






ASSINE NOSSA NEWSLETTER

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS