Via Varejo vê receita cair no trimestre

Apesar disso, companhia vê lucro consolidado subir para R$ 227 milhões

A Via Varejo, grupo que reúne marcas como Casas Bahia, Ponto Frio e Bartira, não teve um bom terceiro trimestre. Os resultados, divulgados hoje (30), mostram queda de 1,3% na receita bruta consolidade frente ao mesmo trimestre de 2013. Considerando as mesmas lojas, a queda foi maior, de 1,9%.

Ao todo, a companhia faturou R$ 5,985 bilhões. Segundo a ViaVarejo, “o desempenho de vendas do terceiro trimestre foi resultado de um desempenho negativo em julho, devido principalmente à redução do horário de funcionamento das lojas durante o período da Copa do Mundo e à desaceleração do consumo nas semanas subsequentes ao evento, e de uma recuperação gradual, especialmente em setembro, com destaque para as categorias de smartphones e linha branca”.

Apesar da queda, a companhia registrou lucro líquido ajustado (que excluí outras despesas e receitas operacionais) maior que no terceiro trimestre de 2013, de R$ 227 milhões. Nos nove meses, o lucro líquido ajustado foi de R$ 593 milhões, crescimento de 30,2% frente a 2013.

Esse crescimento, segundo a empresa, “reflete o impacto da implementação de uma série de iniciativas que compõem o programa de redução de custos e despesas que tem gerado melhorias de eficiência nas operações logísticas e em lojas, além da racionalização dos custos corporativos”.

Ao longo do ano, a receita líquida total somou R$ 16,271 bilhões, com crescimento de 4,8% em relação aos nove meses de 2013. Já o crescimento no conceito ?mesmas lojas? no período foi de 3,6%.

A empresa fechou o trimestre com 986 lojas, com abertura de 15 novas lojas, sendo 11 lojas da bandeira Casas Bahia e 4 da bandeira Ponto Frio. No acumulado do ano, foram abertas 29 lojas e no acumulado dos últimos 12 meses, 55 lojas.

Leia mais 

Arezzo&Co cresce 12,2% no trimestre

Receita líquida da Renner cresce 15,5%

Vendas da Hering caem no terceiro trimestre






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS