Famílias de SP contraíram menos dívidas em outubro

Fecomercio aponta que no acumulado do ano, inadimplência atinge menor índice desde janeiro de 2012

Em outubro, a porcentagem de famílias com dívidas na Grande São Paulo diminuiu 9,1% sobre o mesmo mês do ano passado. O endividamento (sendo a maior parcela por cartão de crédito) atingiu 45,3% das famílias, informou hoje (03) a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo ? Fecomercio. Já em relação a setembro, proporção diminuiu 2,5%.

Depois do cartão, os principais tipos de dívida são: financiamento de carro (22,4%), carnês (15,6%), financiamento de casa (15,1%), crédito pessoal (12,1%) e cheque especial (7,4%).

Em relação à inadimplência, estatística foi a menor desde janeiro de 2012: 10,7%. A Fecomercio aponta queda de 1% em relação a setembro e de 8% sobre outubro do ano passado.

Entre estas famílias com contas atrasadas, a maioria (47,7%) está inadimplente há mais de três meses, contra 24,7% entre 30 e 90 dias e 25,7% com contas atrasadas há menos de um mês.

No entanto, a pesquisa aponta que apenas 3,4% não conseguirão arcar com suas dívidas, outro índice que é o menor desde janeiro de 2012, desde que a pesquisa começou a ser realizada.

Para a assessoria econômica da FecomercioSP, ?a queda do nível de endividamento das famílias está relacionada aos indicadores macroeconômicos que apontam um cenário de baixo crescimento econômico, inflação e juros em alta e menor geração de emprego no País?.

Leia mais:

Fecomercio e IDV projetam retomada do crescimento

Inadimplência entre as empresas cresce 7%

Varejo tem pior desempenho desde 2008

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

As IDENTIDADES do novo consumidor sem rótulos #CM25ANOS

Futuro incerto? O que pensam os futuristas em tempos de crise social

“Contágio” e outros filmes sobre epidemias para ver dentro de casa

Manu Gavassi e sua brilhante estratégia de branding. O que as marcas podem aprender com ela?

A ascenção das newsletters

VEJA MAIS