Acredite na força do seu trabalho

Se você também é empresário no Brasil, sabe tão bem quanto eu: não existe almoço grátis

A menos de dois meses para o final de 2014, reflito que a gente vai chegando ao final de um ano de ressacas. Explico: especialmente para quem é empresário do ramo varejista, houve a ressaca pós Copa do Mundo e, mais recentemente, o ?dia depois? das eleições presidenciais.

Era muita expectativa para esses grandes eventos, mas chegou uma hora em que todo mundo, de uma certa maneira, ficou meio que anestesiado, esperando os movimentos seguintes, e nós, que dependemos de ação, vender e de ter clientes, ficamos também nesse compasso de espera, muitas vezes sem o retorno esperado.

Vou repetir aqui no artigo o que eu falei para minha equipe, logo um dia após o segundo turno da eleição: ?sendo seu candidato que ganhou, ou não, vamos seguir fazendo o que a gente sempre fez: vamos trabalhar!?.

Se você também é empresário no Brasil, você sabe tão bem quanto eu: não existe almoço grátis. Empreendo há mais de 15 anos e posso dizer, com convicção, que tudo que eu conquistei foi à base de muito trabalho. E não tenho qualquer dúvida de que 2015 não será diferente.
E que apesar do exagero de tributos, da mão de obra cara, e dos muitos entraves para fabricar no país, o que eu tenho de fazer é me apoiar na minha motivação, para transmiti-la à minha equipe, e não deixar o moral do grupo cair. Mais ou menos o que fiz nos últimos 15 anos.

Nas entrevistas que costumo realizar, sempre me perguntam se posso falar qual é o segredo do sucesso. Claro que uma série de coisas pode ser dita para responder essa pergunta, algo como: ?é necessário planejar seu crescimento?, ou ?é preciso ajustar os custos para ter mais rentabilidade? ou ainda ?tem que cativar e manter os clientes?. Tudo isso é válido, mas a dica mais preciosa que posso dar é: trabalhe e acredite na força do seu trabalho.

No mais, desejo que 2015 seja um grande ano para sua empresa.

* Caito Maia é presidente da Chilli Beans




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS