Brasil: 3º país no mundo em número de edificações verdes

Mesmo assim, o número de profissionais aptos a trabalhar com a certificação ambiental LEED não chega a 130 em todo o país

O Brasil é o terceiro país no mundo em número de edificações certificadas LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) para edificações verdes, atrás apenas dos Estados Unidos e da China. Os motivos de o país estar no topo do ranking de edificações eficientes podem ser em parte explicados pela conscientização das pessoas e por uma nova postura frente às mudanças climáticas e à utilização dos recursos naturais.

Segundo a arquiteta Vanessa Rocha Siqueira, do escritório Norte Arquitetura e Urbanismo, por toda a parte surgem políticas públicas e leis de incentivo às construções sustentáveis. Um exemplo disso é a revisão em curso da Lei de Parcelamento, Uso e Ocupação do Solo (LPUOS) do município de São Paulo que propõe incentivos financeiros a quem aderir à certificação ambiental em seus empreendimentos.

?O crescimento da demanda por edificações e bairros verdes no Brasil, apesar de parecer rápido e repentino, é o resultado de vários fatores e esforços: o incentivo das políticas públicas, como a recente certificação do bairro de Ilha Pura, que será a Vila Olímpica nos Jogos de 2016, primeira certificação de bairro alcançada na América Latina, e a certificação de alguns estádios da Copa deram muita visibilidade à importância das construções sustentáveis; o trabalho de promoção e educação promovido pelo GBC Brasil também pode ser citado como outro fator relevante?, conta Vanessa.

Mesmo assim, a quantidade de profissionais acreditados pelo programa LEED, ou seja, os chamados LEED Green Associates e LEED APs (os primeiros, possuem conhecimentos gerais sobre o LEED; os segundos são especialistas na área) é ainda pequena: no mundo todo existem 197mil profissionais; no Brasil são apenas 113 LEED Green Associates e 127 LEED APs, o que dificulta ainda mais os projetos saírem do papel.

Em 2014, o Brasil contava com 216 empreendimentos certificados pelo LEED, sendo que destes, 82 obtiveram a certificação no próprio ano de 2014; ainda em processo de certificação, há 944 empreendimentos.

Momento ideal para se tornar LEED AP
A forte demanda por edificações mais eficientes é cada vez mais urgente em um contexto de crise hídrica e descompasso entre oferta e demanda de energia no Brasil. O resultado é que 37,9% de todas as certificações LEED recebidas por empreendimentos brasileiros foram conquistadas no ano de 2014. Soma-se a isso que, a partir do segundo semestre de 2014, passou a haver a possibilidade dos candidatos realizarem três das mais importantes provas para profissionais LEED em português do Brasil, até então, todas as provas eram em inglês.

Pensando nessa demanda, a Norte Arquitetura e Urbanismo, além do trabalho de projetos certificáveis e consultoria que já realiza com seus clientes, disponibilizará semanalmente boletins técnicos em português que versarão exclusivamente sobre a certificação ambiental LEED e as ferramentas para implementá-la. Os informativos estarão disponíveis no site, na fanpage, com link para acesso no Twitter e serão enviados por e-mail para todos os que se cadastrarem no site da empresa para recebê-los.

?Acreditamos que a iniciativa de oferecer material em português sobre o LEED tornou-se maior neste momento, uma vez que agora existe a possiblidade dos candidatos realizarem as provas para profissionais LEED em português do Brasil?, diz Vanessa Rocha Siqueira.

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Leia mais:
Prédio inteligente da B2W Digital recebe certificação LEED

Construções com certificado LEED deixaram de ser novidade
Verdes Ventos: construção de lazer com selo LEED
 






Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS