A importância do design na experiência do cliente

Ser atraente é um dos componentes de um produto ou serviço, mas muito mais que isso, é necessário que exista uma oferta de valor de alta relevância e impacto para seu público. Mas como criar essa equação?

Sofia é uma garotinha de 6 anos que está fazendo um tratamento médico para uma doença rara. Sofia é apaixonada por animais, tem muitos amigos e gosta de histórias e filmes de fantasia… Mas quando se trata de fazer o exame de ressonância, Sofia tem muito medo e sofre muito durante o processo.

Após o agendamento de seu exame, Sofia recebeu em casa alguns materiais para o procedimento, mas não havia nada ali que despertasse o interesse da garotinha e nem mesmo que a fizessem imaginar essa experiência divertida e diferente de outras consultas médicas.

Mas se esses materiais estivessem relacionados a alguma atividade da qual ela gostasse muito, como acampar? E se viessem dentro de uma mochilinha? E se ao chegar ao hospital a enfermeira estivesse vestida de chefe dos escoteiros para recebê-la para a ?atividade??

O primeiro passo para um bom desenho de experiência do seu cliente é saber muito bem quem você é e o que você oferece.

Tudo isso poderia ser aplicado caso a empresa tivesse o design thinking como uma das ferramentas na construção da jornada do seu cliente. Compreender os hábitos de seus clientes, entender o que o motiva, suas paixões, seu estágio de vida e seu comportamento em relação àquilo que sua empresa oferece é um dos princípios dessa poderosa ferramenta no desenvolvimento das relações de consumo.

A Oracle, multinacional de tecnologia especializada no desenvolvimento e comercialização de soluções para o atendimento ao cliente, criou um white paper muito interessante sobre a capacidade do design thinking redesenhar experiências insatisfatórias. A metodologia é utilizada internamente com parceiros e clientes da Oracle na obtenção de resultados práticos.

Confira o material exclusivo aqui.

Leia mais:

Cinco fatos sobre design de consumo que você precisa saber

Os negócios da Neurociência: como engajar pelo cérebro

As oito maiores características de um gestor de sucesso




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS