Sustentabilidade que se vê nos céus do país

Iniciativa da Infraero levou para a reciclagem 45 toneladas de resíduos sólidos recolhidos em 10 aeroportos do Brasil durante o período de final de ano

Atualmente, em grandes centros urbanos do país, a geração de resíduos sólidos representa uma quantidade maior do que o crescimento da população. Em São Paulo, a média que cada cidadão produz é de 360 kg de resíduos por ano. A região metropolitana destaca-se por gerar mais de 20 mil toneladas por dia, representando 54% dos resíduos gerados no estado, sendo que apenas 1,6% é reaproveitado.

Em números, a quantidade estimada de materiais potencialmente reutilizáveis no estado é de 12.277,57 toneladas por dia, sendo que apenas 245,55 toneladas são encaminhadas à reciclagem diariamente. Com o objetivo de conscientizar a população e desenvolver a reciclagem no setor aeroviário do país, a Infraero, em parceria com a empresa de sustentabilidade Coletiva ? Ideias para o Futuro, lançou uma iniciativa que destina à reciclagem 100% dos resíduos sólidos gerados nos terminais de passageiros de dez dos mais movimentados aeroportos que administra no Brasil por meio de coletores equipados com painéis publicitários.

O projeto, que iniciou em novembro, levou para reciclagem 45 toneladas de resíduos só no período de final de ano. Este material foi encaminhado às 16 cooperativas participantes da iniciativa. Só no mês de dezembro passaram mais de seis milhões de pessoas pelos dez aeroportos, entre elas, passageiros de aviões, integrantes de tripulações, trabalhadores de estabelecimentos de comércio e de serviços, empregados e todos os demais usuários que transitam nos saguões de check-in, halls, terminais de embarque e desembarque, áreas de acesso às aeronaves (chamados de fingers), além de entradas e saídas dos aeroportos.

Outras empresas que representam o setor também assumiram o compromisso com a sustentabilidade, mostrando a importância de se criar projetos que protejam o meio ambiente. A Coletiva instalou 989 coletores equipados com painéis publicitários no Aeroporto de Congonhas (SP), no Aeroporto Internacional do Recife, no Aeroporto Internacional de Fortaleza, no Aeroporto Internacional de Salvador, no Aeroporto Santos Dumont (RJ), no Aeroporto Pampulha (BH), no Aeroporto Internacional de Cuiabá, no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes/Manaus, no Aeroporto Internacional de Curitiba e no Aeroporto Internacional de Porto Alegre.

Com a parceria firmada com a Coletiva, válida até 2024, a Infraero se posiciona como uma das pioneiras entre as empresas públicas nacionais a se adequar à Lei Federal 12.305/10, que determina que, até o início deste ano, todas as corporações ? públicas ou privadas ? deverão dar um destino sustentável aos resíduos sólidos recicláveis que são gerados em suas dependências.

O trabalho da Coletiva para a Infraero inclui ainda a destinação dos resíduos recicláveis às cooperativas de catadores, promovendo a inclusão destas comunidades, que constituem importante pilar no desenvolvimento da sustentabilidade. Diariamente, as cooperativas também informam o volume de resíduos entregues a elas, tornando possível a mensuração do impacto do projeto.

As empresas interessadas em gerar benefícios ambientais e sociais podem investir no projeto e promover a ativação de suas marcas por meio dos 989 coletores instalados em pontos estratégicos dos aeroportos, que oferecem display digital ou estático para publicidade e informações de utilidade pública aos passageiros. A ideia é colocar à disposição da sociedade conteúdo relevante quanto à importância da separação de resíduos e de seu reaproveitamento, fornecendo dados que serão exibidos diariamente.

?Atualmente, os consumidores buscam empresas comprometidas com a sustentabilidade. Este projeto traz uma ação que gera muitos benefícios para o meio ambiente e para a sociedade, pois, ao implantarmos o sistema de coleta seletiva em dez aeroportos da Infraero, conscientizamos os usuários e destinamos corretamente os resíduos recicláveis às cooperativas de catadores, gerando renda e emprego, ao mesmo tempo em que os anunciantes patrocinadores garantem presença de marca e uma participação ativa na logística reversa desses locais? explica Diego Gomes Martins, CEO da Coletiva.

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Leia mais:
10 aeroportos do Brasil reciclarão seus resíduos sólidos
Rota da Reciclagem completa seis anos com 880 mil acessos
BRF incentiva a reciclagem no Dia do Meio Ambiente
 




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS