As 28 cidades mais limpas do mundo (uma no Brasil)

Comunidades inteligentes, zero resíduos, baixa emissão de carbono e infraestrutura são alguns dos motivos pelos quais a cidade foi incluída

Por: - 4 anos atrás

Com 64,5 m² de área verde por habitante, a capital do Paraná possui a melhor qualidade do ar do país, segundo a OMS. São 36 espaços urbanos de preservação configurados em parques e bosques, o que explica ter sido selecionada como a segunda do ranking mundial de equilíbrio ambiental.

Curitiba ganhou destaque por programas como o Câmbio Verde, que troca lixo por alimentos. Criado há 24 anos, em 2014 o programa entregou à população da cidade 819 mil quilos de alimentos em troca de 3,2 milhões de toneladas de lixo reciclável coletado. Através dele, 69,1 mil pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade social foram beneficiadas. A troca é feita em 103 pontos da cidade, com periodicidade quinzenal.

A cidade tem a quinta maior economia do Brasil, um polo industrial diversificado e é uma das melhores para se investir em toda a América Latina. Sendo assim, possui um forte turismo de negócios e recentemente recebeu o título de ?mais esperta? do mundo pela Revista Forbes. Qualidade de vida, boa infraestrutura, diversidade econômica aliados à preocupação de ser ecologicamente sustentável foram alguns dos itens avaliados para receber essa nomeação.

Segundo o Fórum Global sobre Assentamentos Humanos, a capital do Paraná tem iniciativas voltadas à implementação de comunidades inteligentes, baixa emissão de carbono, zero resíduos, meio ambiente e planejamento urbano sustentável, transporte, infraestrutura, construções, economia e habitação verdes,  sociedade harmoniosa e cultura e patrimônio sustentáveis.

Além dos prêmios e referências, Curitiba é a única cidade brasileira que integra, como convidada, a C-40 ? conferência anual que reúne os prefeitos das 59 maiores cidades do mundo que debatem ações e soluções que contemplam a superação dos desafios do milênio.

Condomínio da Biodiversidade (ConBio)
A missão do Programa ConBio (Condomínio da Biodiversidade) é implantar uma rede de áreas naturais, públicas e particulares em bom estado de conservação e mantidas por pessoas preocupadas com a conservação dos recursos naturais e da biodiversidade. Em Curitiba, o programa acontece desde 2000. Em 2013, começou a atuar em Campo Largo e, em março deste ano, chegou à Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, com foco na conservação de áreas que contenham rios, nascentes ou cursos d?água.

Durante o tempo de atuação, o programa visitou mais de mil propriedades particulares ensinando boas práticas de manejo e conservação, apoiando a criação de novas Unidades de Conservação (UCs), especialmente as Reservas Particulares do Patrimônio Natural Municipal (RPPNM), promovendo e difundindo a conservação da Floresta com Araucária e estabelecendo parcerias com o setor público e privado.

cidades limpas info 2

* Via Consumidor Consciente

Leia mais:

Cinco cidades mais saudáveis para se morar

Cidades podem economizar US$ 24 a cada US$ 1 investido em ciclovias

Maior acervo sobre áreas verdes e parques de SP na internet