Brasil tem a tarifa de celular mais cara da América Latina

O estudo apontou também quais são as operadoras mais caras em operação no país

94,2% dos brasileiros poderiam economizar cerca de R$ 49 por mês em sua fatura de celular ao trocar de plano. Esta e outras conclusões foram extraídas do Primeiro Estudo de Planos Celulares com foco nos usuários latino-americanos realizado pelo aplicativo espanhol Weplan, especializado em controlar e economizar no custo da tarifa de celular.

Uma comparação entre Espanha, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, México e Peru apontou que os brasileiros pagam até R$ 1 mil mensais por uma tarifa de celular, um valor bastante alto se comparado com a Argentina, onde o preço máximo fica em torno de R$ 123.

O estudo, realizado entre os 118 planos vigentes no Brasil, aponta que, atualmente, 79% dos consumidores contratam planos pré-pagos e apenas 21%, os pós-pagos. Sem embargo, a penetração dos smartphones teve um aumento de 15%, o que repercute diretamente no crescimento progressivo dos planos pós-pagos.

Com relação às oito operadoras presentes no Brasil, a Vivo tem a maior cota de mercado, com 28,66%. Na sequência, Tim (26,89%), Claro (25,01%), Oi (18,47%) e o restante é representado por 0,97%, de acordo com Teleco.com.

brasilcel

 

Leia mais:

As tendências do consumidor omnichannel no Brasil

Por que não conseguimos mais viver sem celular?

Mercado de streaming ganha mais um player






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 256: Os vencedores do Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS