Jovem tem prótese de mão feita por impressora 3D

Tecnologia leva possibilidade às pessoas quando proporciona acessibilidade relacionada a valores

A jovem Faith Lennox, 7 anos, de Lakewood, Estados Unidos, perdeu a mão esquerda com nove meses de vida. A menina teve síndrome compartimental quando a sua posição no útero durante o parto cortou o fluxo de sangue para seu antebraço esquerdo e danificou o tecido, músculo e osso.

Impressão 3D: inovação possível, real e sustentável

No entando, na terça-feira, 31 de março, ela recebeu sua nova mão-robô que custou apenas US$ 50. “Ela terá um futuro brilhante. Tudo parece um pouco mais fácil”, disse seu pai, Greg Lennox à agência The Associated Press.

Estudantes criam impressora 3D de grama

A tecnologia de impressão 3-D está revolucionando próteses. Com o tempo, a mão de Faith pode ficar mais sofisticada. O custo de US$ 50 a peça torna a tecnologia acessível, especialmente para uma criança que, devido ao crescimento, precisa de uma nova prótese a cada seis meses.

A prótese é econômica e fácil para as crianças ou pessoas com mãos pequenas e leves usarem, o que representa um avanço. Ela pesa apenas um quilo e é fabricada com os mesmos materiais usados para fazer drones e peças de automóveis.

Plástico de lixões pode ser material para impressoras 3D

Quando a garota crescer, a substituição poderá ser feita com facilidade, disse Mark Muller, professor de próteses da Universidade Estadual Dominguez Hills, da Califórnia, que ajudou no design. Ele disse que um modelo adulto, mais pesado, com sensores ligados aos músculos, sairia em torno de US$ 15 mil a US$ 20 mil (entre R$ 45 mil e R$ 60 mil).

Com informações dos portais UOL e O Globo.




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS