Cientista russo cria cartão de crédito mais seguro do mundo

Criada a proteção quântica de objetos físicos, o meio de pagamentos beneficia-se com a segurança de um novo tipo de cartões

No sistema atual de pagamentos em cartão, o recurso mais vulnerável é de fato o próprio cartão de pagamentos. A informação codificada no cartão de pagamentos é uma combinação de tarja magnética e chip eletrônico, cuja segurança pode ser comprometida com o uso de vários meios eletrônicos.

O recém-desenvolvido cartão de pagamentos é uma lâmina de plástico em branco, sem tarja magnética, chip ou quaisquer outros componentes comumente usados para codificar informações eletrônicas.

Durante o processo de fabricação do novo cartão, materiais de tamanho nano, capazes de absorver um amplo espectro de energia e irradiação no espectro visível, são misturados aos grânulos de polímero. Uma dessas substâncias é o ponto quântico. O inventor também criou o equipamento para produção industrial dos pontos quânticos, resistente ao ambiente agressivo.

No processo de fusão da massa plástica, os pontos quânticos são distribuídos por todo o fluido resultante de um modo aleatório, portanto irreproduzível. Depois de pronto o novo cartão, as coordenadas espaciais de cada ponto quântico são registradas, para serem armazenadas num servidor seguro. Quando o cartão é passado num escâner, seu padrão geométrico é comparado aos padrões originais armazenados no servidor e o cartão é autenticado.
Este método de proteção pode ser definido como absoluto.

740805-a

Mesmo com o auxílio da microscopia de força atômica contemporânea, foi calculado que copiar a mesma quantidade de pontos quânticos na escala de um documento do tamanho de um cartão de pagamentos levaria um tempo extremamente longo, quase infinito.

A tecnologia quântica inaugura ainda uma nova era de proteção a passaportes ? documentos de identificação nacional.  Dados de todos os cidadãos do mundo poderão facilmente ser armazenados em servidores seguros, proporcionando assim mais um passo em direção à unificação global de padrões e processos.
A data prioritária da invenção foi registrada no escritório de patentes dos EUA em 7 de novembro de 2014. A unificação de patentes da Organização Mundial do Comércio (WTO, sigla em inglês) dá precedência a esta data na jurisdição de 142 países.

Muitos especialistas na área da propriedade intelectual declararam suas opiniões de que esta invenção poderá ser classificada como o invento do século.
Um protótipo totalmente funcional do sistema já foi criado, incluindo um dispositivo de leitura e uma unidade computacional de processamento.

 

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS

Vídeos

VEJA MAIS

Revista Consumidor Moderno

VEJA MAIS