Endividamento sobe pelo terceiro mês consecutivo

Em abril, o percentual de famílias endividadas alcançou 61,6%, segundo CNC

O percentual de famílias endividadas alcançou 61,6%, em abril, o que representa uma alta em relação ao mês de anterior, que foi 59,6%. No entanto, na comparação com abril de 2014, o índice deste ano teve uma leve queda de 0,7 ponto percentual.

Os dados são da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

De acordo com o levantamento, essa foi a terceira alta consecutiva no ano. Em fevereiro, o percentual foi 57,8% e em março subiu para de 59,6%.

A proporção das famílias endividadas também aumentou, segundo a pesquisa. Na comparação mensal, o indicador passou de 17,9% em março para 19,7% do total em abril de 2015. Entretanto, em abril do ano passado, o indicador registrava 21,0%.

Para a CNC, os fatores sazonais que comprometem a renda das famílias com gastos de início de ano continuaram influenciando os resultados da Peic. De acordo com a entidade, o que tem ajudado a manter esses patamares menores que do ano passado é a moderação do crédito para as famílias. Mas, o cenário menos favorável no mercado de trabalho e o aumento das taxas de juros levaram a uma piora na percepção das famílias em relação à capacidade de pagar as contas em atraso.

Leia mais

Cresce endividamento das famílias

Endividamento na capital de SP é o menor em 3 anos

Intenção de compra no varejo cai




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS