Intenção de compra no varejo cai

Segundo pesquisa do Provar, 46,6% dos consumidores disseram que podem comprar um bem durável

Menos da metade dos brasileiros tem a intenção de comprar um bem durável nos próximos meses, segundo pesquisa do Provar (Programa de Administração do Varejo), da FIA (Fundação Instituto de Administração), em parceria com a Felisoni Consultores Associados e o Ibevar.

O índice de consumidores que pretendem efetuar uma compra de bens duráveis no período de abril a junho de 2015 é de 46,6%.

O indicador caiu 3 pontos percentuais no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o último trimestre do ano passado, e caiu mais de 6 pontos percentuais frente ao mesmo trimestre de 2014.

A queda, segundo as entidades, deve-se a maior preocupação com empregabilidade, inflação, taxa de juros elevada e maior comprometimento da renda.

O recuo foi verificado em quase todas as categorias de varejo. Somente três apresentaram alta na intenção de compra nos próximos meses: ?Material de Construção? (1,6%), ?Imóveis? (0,8%), e ?Informática? (0,4%).

?O segundo trimestre é marcado pela segunda data mais importante do varejo, o Dia das Mães, e esse trimestre geralmente apresenta elevação em relação aos primeiros meses do ano, mas com o cenário pessimista de juros altos, inflação e preocupação com a empregabilidade, não esperamos um bom indicativo de vendas para esta data no varejo?, disse, em nota, Claudio Felisoni de Angelo, presidente do Ibevar e presidente do conselho do Provar/FIA.

Os números corroboram com os dados da FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) divulgados nesta semana que mostram que a intenção dos consumidores em adquirir financiamento caiu 6,9%. 

Leia mais

Intenção em adquirir financiamento cai em abril

Expectativa do consumidor é a menor desde 2001

Volume de vendas em SP cai 11,5%






MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS Prêmio Consumidor Moderno

CM 255: Tudo o que você precisa saber sobre o consumidor na pandemia

Você já conhece as Identidades do consumidor?

VEJA MAIS