A VISÃO DOS LíDERES – Paulo Castro

É preciso caminhar em direção à inovação Por Paulo Castro CEO global do portal Terra não há como ir contra a tecnologia, precisamos apostar a favor dela e caminhar em direção à inovação. Sempre É inevitável dizer que a história da revista Consumidor Moderno se confunde à história do Terra com seus usuários e assinantes, já que a origem do Terra no Brasil deu se através do lançamento da rede NutecNet/ZAZ, que também completa 20 anos, em julho deste ano. Uma história que está em constante (e cada vez mais ágil) evolução. Afinal, não há como ir contra a tecnologia, precisamos apostar a favor dela e caminhar em direção à inovação. Sempre.  Percebo que assim tem feito a revista Consumidor Moderno, muito comprometida com a informação e o acompanhamento incansável das mudanças no comportamento do consumidor e, principalmente, faz contribuições caras a empresas para o aprimoramento de seus atendimentos. A publicação realiza a cada edição um diálogo valioso e inovador para todas as esferas envolvidas no negócio. Ao longo destes quase 20 anos, passamos por incontáveis transformações, que são próprias da história da internet. Vimos a internet se popularizar no País, as bolhas e as oportunidades de oferta de conteúdo e produtos desabrochar e florescerem, como a internet discada, a banda larga e os ISPs, assim como o atendimento ao cliente se modernizar e s er personalizado ao gosto do cliente, seja por telefone, por chat ou pelas redes sociais. Aliás, desvendar novos modos de conduzir o relacionamento com o cliente está constantemente na pauta e aí a Consumidor tem sido de grande valia para compartilhar boas práticas que podemos associar ao nosso atendimento. E particularmente acho isso fantástico! Tanto o Terra como a publicação crescem paralelamente.  Para o Terra, mais que um parceiro, a Consumidor Moderno esteve à frente das transformações ? tecnológica e da sociedade ? das relações de consumo do último século. Isso foi primordial para o paradigma sobre a eficiência e agilidade na relação com o cliente. E que venham mais 20 anos!  




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS