Metade dos consumidores deve presentear mães

Sondagem da FecomercioSP mostra que percentual é menor que o registrado em 2014

Tem mãe em São Paulo que vai ficar sem presente, segundo sondagem realizada pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo). A pesquisa mostra que 59% dos entrevistados estão dispostos a comprar presente para o Dia das Mães – percentual menor que os 62% registrados no ano passado.

E mesmo aqueles que vão comprar os presentes pretendem gastar menos, cerca de R$ 57, contra R$ 65 de 2014 – uma queda real de mais de 20%, segundo a federação.

O motivo para a queda é simples: 52,2% sentem que estão com poder de compra menor e com maior risco de perderem o emprego. A inadimplência é outro motivo: 38,6% dos que não vão presentear a mãe afirmaram que não vão fazê-lo porque estão endividados.

Diante disso, a Federação afirma que este ano o Dia das Mães não será bom para o comércio, e aposta em uma queda de até dois dígitos no faturamento real de segmentos como roupas, acessórios, eletrodomésticos e eletroeletrônicos.

Mas é possível uma recuperação após a data, uma vez que 55% dos consumidores disseram que comprariam o presente depois para aproveitar promoções. Veja infográfico. 


Arte: FecomercioSP

Leia mais

Dia das Mães sofrerá com a instabilidade econômica

Vendas para o Dia das Mães em queda em SP

Confiança do comerciante recua




Acesse a edição:

MAIS LIDAS

VEJA MAIS

ÚLTIMAS

VEJA MAIS